Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Uma enorme tempestade solar atingiu a Terra 2.610 anos atrás

Esses fenômenos, conhecidos por eventos de prótons solares (SPEs), representam uma ameaça para a sociedade moderna.

Nosso Sol às vezes produz partículas altamente energéticas, que são aceleradas por reconexão magnética em erupções solares ou por ondas de choque associadas a ejeções de massa coronal.

Tais partículas energéticas seguem então trajetórias ao longo das linhas do campo magnético interplanetário, que, juntamente com a localização do evento no Sol, determinam se essas partículas atingem a atmosfera da Terra.

Esses fenômenos, conhecidos por eventos de prótons solares (SPEs), representam uma ameaça para a sociedade moderna em termos de sistemas de comunicação e navegação, tecnologias espaciais e operações de aeronaves comerciais.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

A evidência de tais eventos é registrada em locais naturais, tais como anéis de árvores e núcleos de gelo (amostras perfuradas de gelo).

Para aprender mais sobre SPEs, o Professor Raimund Muscheler da Universidade de Lund e seus colegas da Suécia, França, Suíça, Coréia do Sul, Emirados Árabes Unidos e EUA analisaram amostras de gelo da Groenlândia.

O material continha evidências de uma tempestade solar muito poderosa que ocorreu em 591 AEC.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Se essa tempestade solar tivesse ocorrido hoje, poderia ter efeitos graves em nossa sociedade de alta tecnologia”, disse o professor Muscheler.

É apenas o terceiro evento documentado de forma confiável e é comparável com o SPE mais forte detectado em 775 EC.

“Também participamos de pesquisas que confirmaram a existência de duas outras tempestades solares, usando tanto os núcleos de gelo quanto os anéis anuais de crescimento das árvores antigas”, explicou o professor Muscheler.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

“Essas tempestades ocorreram em 775 EC e 994 EC”.

“Mesmo que essas tempestades solares maciças sejam raras, nossa descoberta mostra que elas são um efeito naturalmente recorrente da atividade solar”, acrescentou.

“É por isso que devemos aumentar a proteção da sociedade contra as tempestades solares.”

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Os resultados foram publicados online esta semana no Proceedings of the National Academy of Sciences. [Sci-News]

Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...