Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Um tiranossauro ‘Ceifador da Morte’ foi descoberto no Canadá

(Ilustração: Julius Csotony)

O T.Rex tem sido considerado por muito tempo o rei dos dinossauros, mas o seu primo mais velho e recém descoberto é o “ceifador da morte’. Graças a um entusiasta da paleontologia, os cientistas do Canadá descobriram o mais novo membro da família Tyrannosaurus e ele foi batizado em homenagem ao deus grego da morte.

O novo dinossauro, batizado Thanatotheristes degrootorum, é a primeira nova espécie de tiranossauro a ser descoberta no Canadá em meio século. Tendo 79,5 milhões de anos, o ceifador da morte é também a mais antiga das cinco espécies de tiranossauros descobertas no país. Os outros quatro –  Daspletossauro, Gorgossauro, Albertossauro  e Tiranossauro  – têm entre 77 e 66 milhões de anos.

Os pesquisadores estimam que o ceifador da morte tinha cerca de 6 metros e era um predador de de dois pedais, assim como o T. Rex. (Ilustração de Julius Csotonyi)
Os pesquisadores estimam que o ceifador da morte tinha cerca de 6 metros e era um predador de de dois pedais, assim como o T. Rex. (Ilustração de Julius Csotonyi)

Thanatotheristes é derivado de Thanatos, que significa “deus grego da morte”, a nova espécie de dinossauro foi assim nomeado porque os pesquisadores acreditam que ele era um predador de ponta da área, e assim, o nomearam como tal.

Ossos maxilares do ceifador da morte mostram dentes grandes, adaptados para comer carne e esmagar ossos. (Imagem: Jared Vores)
Ossos maxilares do ceifador da morte (Thanatotheristes degrootorum) mostram dentes grandes, adaptados para comer carne e esmagar ossos. (Imagem: Jared Vores)

Inicialmente acreditava-se que o fóssil descoberto há quase uma década fosse um Tyrannosaurus Rex, mas após uma analise detalhada eles perceberam que se tratava de uma outra espécie com inúmeras características diferentes no crânio. Uma destas diferenças que muito chamou a atenção foram os sulcos verticais que percorrem o comprimento da mandíbula superior.

LEIA TAMBÉM: Há 210 milhões de anos, crocodilos gigantes caçavam até dinossauros

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Reconstrução de como seria o crânio dos Ceifador da morte, com base nas evidências fósseis e em outros crânios de Tiranossaurus. (Imagem: Jared Voris)
Reconstrução de como seria o crânio dos Ceifador da morte, com base nas evidências fósseis e em outros crânios de Tyranosaurus. (Imagem: Jared Voris)

A descoberta deste fóssil é empolgante e fornece uma visão mais profunda da diversidade dos tiranossauros da América do Norte, muitos dos quais viveram e morreram ao longo das costas ocidentais de um poderoso oceano interior que se estendia do Oceano Ártico ao Golfo do México.

Ainda não está claro por que os tiranossauros em diferentes regiões devem ter visivelmente diferentes formas de focinho. Paleontólogos afirmam que talvez isso estejam relacionadas à sua ancestralidade e representem ramificações de ancestrais ainda mais antigos que ainda não foram descobertos. Ou talvez as variações de perfil indiquem diferentes dietas ou hábitos alimentares. Carnívoros com focinho longo costumam morder mais rápido, enquanto carnívoros com focinho curto costumam morder com mais força. Os pesquisadores precisam de mais evidências fósseis para ter certeza.

O estudo que descreve o novo dinossauro foi publicado no Cretaceous Research , clique aqui para acessá-lo.

LEIA TAMBÉM: T. rex tinha um senso de olfato incrível, sugere estudo genético

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Milena Elísios
Publicado por

Graduada em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e divulgadora científica por paixão. Aqui na SoCientífica abordo sobre temas variados, mas sempre guiados por boa pesquisa e o rigor científico.

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...

Plantas & Animais

Raças menores de cães geralmente apresentam comportamentos mais instáveis. Pode haver, portanto, diversos motivos para cachorros pequenos serem ferozes.