Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Por que tocar no rosto é tão perigoso? Aprenda a quebrar este hábito

Com o surgimento do novo coronavírus, muitas pessoas andam pesquisando sobre medidas para manterem-se seguras. Por exemplo, manter cerca de 2 metros de distância e não tocar no rosto são atitudes essenciais. Portanto, é de suma importância ignorar aquela coceirinha no nariz e evitar arrumar o cabelo nestes momentos, mesmo que por puro impulso

(Imagem: Getty Images)

Com o surgimento do novo coronavírus, muitas pessoas andam pesquisando sobre medidas para manterem-se seguras. Por exemplo, manter cerca de 2 metros de distância e não tocar no rosto são atitudes essenciais. Portanto, é de suma importância ignorar aquela coceirinha no nariz e evitar arrumar o cabelo nestes momentos, mesmo que por puro impulso. 

Existem pesquisas que mostram que o ser humano leva sua mão ao rosto 23 vezes durante uma palestra. Esse estudo fora publicado em 2015 pela American Journal Of Infection Control. Não é de se surpreender já que levar a mão ao rosto é um hábito mais comum do que se imagina. A todos os momentos sentimos a necessidade de entrar em contato com o rosto, já que é por ele que manifestamos nossa aparência e expressões. Ou seja, geralmente estamos mexendo no cabelo, passando maquiagem, escovando o dente, limpando os lábios, coçando algo e muitos outros exemplos.

Mas o grande problema é, o que fazer para impedir que levemos a mão ao rosto com tanta frequência no meio de uma pandemia? O que fazer para que os seres humanos deixem de fazer o que mais fazem por natureza própria?

Continua depois da publicidade

Sem dúvida: é um hábito perigoso levar constantemente as mãos ao rosto para garantir uma aparência melhor. É psicológico, tentamos ao máximo parecermos menos desleixados e mais apresentáveis para nosso meio social.

Tocar no rosto é algo ainda mais perigoso para quem sofre de ansiedade

Em si, já é um péssimo hábito no momento em que vivemos, mas o que diríamos de pessoas que sofrem com ansiedade?  Pessoas com ansiedade e altos níveis de neuroticismo levam constantemente a mão ao rosto. Isso se deve pelo fato de realizarem comportamentos repetitivos mais focados na área corporal, como por exemplo: roer as unhas e puxar o cabelo. É comum para se acalmarem em níveis elevados de estresse, é isso o que diz a pesquisa de 2014 realizada pela Brain Research.

(Imagem: Morris Hospital)

No entanto, o fato positivo disso tudo é que tocar no rosto não é a principal causa de transmissão do Covid. Mas, mesmo assim é recomendado que se evite assoar o nariz, levar a mão à boca ou olhos e muitos outros. Além disso, se você entrar em contato com a superfície contaminada com o vírus, deve rapidamente lavar o local com água e sabão.

O que alertamos pode causar um efeito mais negativo nas pessoas que lerem. Para o pesquisador Chapman, é como se quando ouvimos falar de um elefante cor de rosa, ao mesmo tempo pensamos nele. Isso faz sentido se colocarmos em prática, com certeza você já ouviu que não poderia fazer alguma atitude e simplesmente a fez, mesmo sabendo que era errado? A mente funciona exatamente desta forma!

Continua depois da publicidade

Um hábito que pode ser quebrado

Estar atento é o passo principal para não tocar os rosto. Se policie ao máximo. Muitos psicólogos dizem que colocar alguns lembretes em seu local de trabalho e casa, poderão fazer com que você inconscientemente se lembre de uma ordem. Manter as mãos ocupadas quando você está fazendo uma atividade de lazer, como ao ver a TV você poderá segurar algo com as mãos, para que não fiquem livres para serem utilizadas. Logo, não chegarão ao seu rosto.

Outra dica é que você pode usar diversos produtos em suas mãos para poder evitar tocar ao rosto. Por exemplo, quando você usa sabonetes ou cremes perfumados, assim que chegarem perto das narinas, você sentirá o cheiro. Assim, prestando mais atenção na localização de suas mãos.

Você deve estar se perguntando: e se essas dicas não funcionarem comigo, o que eu faço? Sikora recomenda que você faça o uso de luvas. Desta forma, sempre que sua mão estiver preste a tocar ao rosto, você se lembrará ao sentir ou ver a luva. Essa dica pode ser colocada em prática diariamente, inclusive quando você estiver entre mais pessoas. Isso porque a probabilidade de ser contagiado pode ser maior. Em seguida, você poderá remover as luvas logo que chegar ao seu destino, tomando cuidado para não tocar em sua superfície exterior. Por fim, quando você usa essas luvas em casa, seu cérebro fixará com mais firmeza uma ordem, passando a evitar ainda mais que você toque ao rosto quando está em público.

Continua depois da publicidade
Avatar
Publicado por


Populares hoje