Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Tartaruga mutante rara de duas cabeças é encontrada por conservacionistas

(Imagem: Sea Turtle Patrol Hilton Head Island)

Uma tartaruga mutante foi descoberta em uma ilha na Carolina do Sul, Estados Unidos. Sua característica peculiar é seu único corpo munido de duas cabeças.

Os conservacionistas da ilha Hilton Head que encontraram o animal incomum ficaram um pouco chocados quando perceberam que ele estava saudável e vivendo uma vida normal, apesar de sua “anormalidade”.

Apesar de raro, a anomalia é relativamente normal, segundo Amber Kuehn, gerente da Sea Turtle Patrol Hilton Head Island, como informa o Daily Mail.

Continua depois da publicidade

“É raro, mas não é nada com que se preocupar. Algumas pessoas estão pensando em radiação na água, mas não é assim, isso ocorre na natureza periodicamente.”

“Na Carolina do Sul, depois de termos notado que um ninho eclodiu, o deixamos durante três dias para garantir que tudo saia naturalmente e que saia naturalmente. Então nós fomos até ele e cavamos tudo, contamos as cascas vazias, contamos os ovos que não eclodiram, contamos os recém-nascidos vivos e os recém-nascidos mortos, e colocamos toda essa informação em um banco de dados para o estado.”

“Nesta situação, havia uma recém-nascida presa lá dentro – que não teria saído de lá naturalmente – era esta com as duas cabeças.”

Continua depois da publicidade

Apesar de saudável, a sobrevivência da tartaruga mutante é outra questão.

Amber Kuehn diz que a probabilidade de sobrevivência de tartarugas com mutações deste tipo, “em geral, mesmo para as saudáveis, é uma em cem.”

Estas pequenas tartarugas, após eclodirem, seguem rumo à Corrente do Golfo, uma jornada de aproximadamente três dias, segundo Kuehn, e nela muitas coisas podem acontecer. Animais maiores acabam se alimentando dos pequenos filhotes e, devido à condição da tartaruga mutante, ela se torna uma presa ainda mais fácil.

Continua depois da publicidade

“É por isso que há tantos a entrar na água ao mesmo tempo, porque se 100 entrarem na água, 99 dos irmãos e irmãs têm de ser comidos para que um deles consiga.”

Os conservacionistas notaram que cada barbatana era guiada pelo lado de suas respectivas cabeças, e quando a tartaruga era colocada na água, ela não nadava muito bem.

Ninguém saberá se a pequena mutante conseguirá sobreviver, já que a esta hora ela deve estar bem longe da costa.

Continua depois da publicidade

FONTE / Daily Mail Online

LEIA TAMBÉM: Descoberto tubarão incomum que come plantas

Continua depois da publicidade
Avatar
Publicado por

Tradutor e escritor freelancer, é divulgador científico na SoCientífica desde 2018. Nela, escreve sobre temas que dão faísca à imaginação do leitor, de tubarões e fantasmas a quasares.


Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

Mundo Estranho

Esta semana moradores da cidade de Cracóvia, na Polônia teriam se trancado em casa assustados com uma ‘criatura aterrorizante’ que estaria escondida nas árvores perto...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...