Connect with us

Hi, what are you looking for?

Notícia

Rússia relata primeiro caso de infecção humana pela gripe aviária H5N8

gripe aviária
Imagem: Pixabay

A Rússia registrou o primeiro caso de uma cepa do vírus da gripe aviária denominada A (H5N8) e transmitida de aves para humanos, caso relatado à Organização Mundial de Saúde (OMS).

Surtos da cepa H5N8 foram comunicados na Rússia, Europa, China, Oriente Médio e Norte da África nos últimos meses, mas até o momento apenas em aves. Outras cepas já são conhecidas por se espalharem em humanos (H5N1, H7N9 e H9N2).

Casos em humanos da gripe aviária H5N8

A Rússia relatou o caso de infecção humana à OMS vários dias atrás, quando tinham certeza absoluta dos resultados, segundo Popova, chefe de saúde, disse à TV estatal Rossiya 24.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Ainda não havia sinal de transmissão entre humanos, acrescentou Popova. Porém, sete trabalhadores de uma avicultura no sul da Rússia foram infectados com a cepa da gripe aviária H5N8 em um surto na fábrica em dezembro. Agora, os indivíduos estão se sentindo bem e a doença não se desenvolveu mais, disse ela.

gripe

Pixabay

Em um e-mail, o braço europeu da OMS relatou que foi notificado pela Rússia sobre um caso de infecção humana pelo H5N8 e reconheceu que, se confirmada, seria a primeira vez da cepa infectando pessoas.

O e-mail ainda dizia que, por enquanto, “informações preliminares indicam que os casos relatados foram de trabalhadores expostos a bandos de pássaros”. Contudo, eles eram assintomáticos e nenhuma transmissão de humano para humano foi especificada.

O documento acrescenta que há discussão entre as autoridades nacionais para reunir mais informações e avaliar o impacto desse evento na saúde pública. A maioria das infecções humanas da gripe aviária foram associadas ao contato direto com aves infectadas vivas ou mortas. Ou seja, alimentos cozidos são considerados seguros.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Concluindo, os surtos de gripe aviária muitas vezes levam as aves domésticas a matar suas aves para evitar a propagação do vírus e evitar que países importadores tenham que impor restrições comerciais.

Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...