Connect with us

Hi, what are you looking for?

Ciência

Pesquisadores encontram um girino gigante ao drenar pântano

O girino gigante encontrado nos Estados Unidos é muito maior do que os outros animais de sua espécie.

girino gigante
Os girinos de sapo-boi americano medem até 15 centímetros. Foto: Earyn McGee.

Maior que uma lata de refrigerante e batizado de Golias, este é um girino gigante encontrado por pesquisadores que drenavam a água de um pântano no Arizona. A equipe de biólogos se deparou com o espécime curioso enquanto fazia a drenagem da água para a remoção de rãs-touro-americanas (Lithobates catesbeianus), uma espécie invasora que causa enorme desequilíbrio ao ecossistema local.

Essa espécie muito chama a atenção pelo seu tamanho na fase de girinos. Mas o Golias provavelmente sofreu alguma mutação, pois era maior que os demais girinos encontrados naquela lagoa.

O animal foi encontrado por uma voluntária, que inicialmente achou se tratar de um peixe, devido ao tamanho da criatura. A história foi contada pela doutoranda da Universidade do Arizona, a herpetologista Earyn McGee. Ela utilizou o Twitter para falar sobre a descoberta na época.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Girino gigante sobreviveu quase um ano

Golias era muito maior do que o girino americano comum. E isso provavelmente aconteceu devido a algum desequilíbrio hormonal.

McGee contou à Live Science que outros girinos grandes já haviam sido descobertos, mas nenhum deste tamanho.

“A desvantagem do tamanho de Golias é que seu sistema respiratório e circulatório pode não continuar a suportar o tamanho do corpo à medida que ele continua crescendo”, disse ela. Ele havia sido apresentado pela primeira vez em 2018, no Twitter.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O animal acabou morrendo no final de 2019, conforme um tweet recente de Earyn McGee. Mas, cientistas da Estação de Pesquisa do Sudoeste do Arizona preservaram os seus restos mortais para análises e para entender a sua estrutura incomum.

girino gigante
Foto: Earyn McGee.

Os sapos e as rãs da América do Norte

As rãs-touro-americanas são maiores do que os sapos da América do Norte, que chegam até 20 centímetros e pesam 0,5 quilos. Já os girinos não ultrapassam os 15 centímetros.

Além disso, estas rãs são nativas dos estados do centro do país e do Leste, mas foram levadas para o Sudoeste em 1900, devido a popularidade de suas pernas como alimento. Estes animais comem quase tudo, desde pequenos pássaros e cobras a peixes e outras espécies de sapos. Em muitas áreas, são consideradas espécies invasoras e pragas, pois ameaçam populações nativas da vida selvagem.

Girino gigane
(Uma rã-touro-americana (Lithobates catesbeianus). Imagem: Aline Patricia Horikawa)

Golias chegou a viver por um tempo na estação de pesquisa, onde foi colocado em um tanque e passou por algumas análises.

Com informações de Live Science.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...