Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Paciente japonês teve hemorragia cerebral enquanto se masturbava

Adobe Stock

A masturbação pode ser perigosa, como o exemplo de um desafortunado japonês de 51 anos pode mostrar. Enquanto estava tendo o orgasmo, o homem, anonimamente chamado de M, sentiu uma dor violenta no lado esquerdo da cabeça. Após isso, vários vômitos se seguiram e ele foi para o hospital.

No hospital, uma tomografia computadorizada revelou uma hemorragia cerebral no hemisfério esquerdo, mas a angiografia realizada não conseguiu detectar a origem do sangue. O exame revelou, contudo, uma leve dilatação da artéria carótida esquerda. Muitos exames foram realizados, sem mais resultados. Foi somente no nono dia que a angiografia cerebral mostrou que a dilatação da artéria carótida havia se desenvolvido em um aneurisma (criação de uma bolsa de sangue) associado à estenose (obstrução da artéria). O hematoma causado pelo trauma inicial resultou em uma dissecção arterial, uma fenda na parede arterial onde o sangue se acumula no espaço intracraniano pelo efeito da pressão arterial.

O paciente foi tratado com bobina, que consiste em fechar o aneurisma por dentro com espirais finas através de um acesso endovascular. Ele também recebeu um stent para desviar o sangue para que não se acumule de novo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Ele pôde deixar o hospital com “um excelente prognóstico”, de acordo com os médicos.

O orgasmo pode ser perigoso

“Este é o primeiro caso de dissecção arterial relacionada à masturbação”, disseram os autores do artigo. Neste caso, parece que foi o aumento súbito da pressão arterial durante o orgasmo que causou a dissecção da parede arterial. Mesmo assim, os médicos relatam dois outros casos de ruptura de aneurisma após a masturbação. No ano de 2016, uma mulher de 24 anos morreu repentinamente enquanto se masturbava em seu banheiro. E, em 2012, uma mulher de 39 anos de idade foi encontrada morta com o cabo de uma batedeira de ovos enfiado 11 centímetros em seu ânus (muito provavelmente usado como estimulador sexual).

Ter um orgasmo é algo particularmente arriscado para pessoas com aneurisma. Segundo um estudo publicado em 2011, a atividade sexual intensa aumenta o risco de ruptura do aneurisma em 4,3%, comparado a 3,6% para defecação ou 3,5% para consumo de refrigerantes. Tomar café, contudo, despontou como a atividade mais perigosa, chegando a aumentar em 10,6% o risco.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O caso foi publicado no Journal of Stroke and Cerebrovascular Diseases

Avatar
Publicado por

Tradutor e escritor freelancer, é divulgador científico na SoCientífica desde 2018. Nela, escreve sobre temas que dão faísca à imaginação do leitor, de tubarões e fantasmas a quasares.

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.