Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Leões mataram e devoraram caçador na África do Sul

Os leões mataram e devoraram parcialmente o corpo do homem, que foi encontrado ao lado de um rifle por autoridade ambientais na África do Sul.

Um dia é do caçador e o outro é da caça, e essa frase nunca fez tanto sentido, pois foi literalmente o que aconteceu em uma reserva Africana. Os leões mataram e devoraram parcialmente o corpo do homem, que foi encontrado ao lado de um rifle por autoridadeS ambientais no distrito de Limpopo, na África do Sul.

Quando os policiais recuperaram o corpo do homem de 46 anos, a maioria dos restos mortais havia sido devorada pelo grupo de animais, dificultando a identificação. Mas um rifle de caça carregado encontrado nas proximidades forneceu algumas pistas necessárias.

“Parece que a vítima estava caçando no parque de caça quando foi atacada e morta por leões. Eles comeram o corpo dele, quase todo, e deixaram a cabeça e alguns restos”, disse à AFP o porta-voz da polícia de Limpopo, Moatshe Ngoepe.

Continua depois da publicidade

Não se sabe exatamente o que o homem estava caçando, Talvez ele caçasse leões já que estava em seu território.

No ano passado, vários leões foram encontrados envenenados perto de uma fazenda na mesma província, com suas cabeças e patas serradas. Partes do corpo de leão são usadas na medicina tradicional.

Imagens perturbadoras de três leões mutilados na África do Sul foram divulgadas para destacar uma série devastadora de crimes que objetivam a venda de suas partes no mercado negro. (Foto: AP)

Os caçadores furtivos também costumam atacar rinocerontes nos parques de caça da África do Sul para alimentar uma demanda crescente por chifres de rinoceronte na China, Vietnã e outros países asiáticos, onde acredita-se ter qualidades medicinais. Essa prática geralmente é considerada uma forma mais lucrativa de abate ilegal de animais.

Caçadores abatem rinocerontes para arrancar suas presas e vender o marfim ao mercado asiático, que abastece a crença de que ele possui “poderes medicinais”.

Independentemente de quais espécies vulneráveis ​​ou ameaçadas de extinção o caçador perseguia, a situação representa alguma justiça, embora horrenda.

FONTE / Science Alert

Continua depois da publicidade
Avatar
Publicado por

Comentários

Populares hoje