Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Imagens de satélite mostram o antes e depois dos incêndios na Austrália

australia
Uma local no litoral sul do país. (Imagem: Geospatial Intelligence)

O último verão foi devastador na Austrália. Os incêndios queimaram nada menos do que 186 mil quilômetros quadrados. Bilhões de animais foram mortos pelas queimadas e 34 pessoas perderam a vida. Agora um trabalho mostra como esse problema realmente foi grave.

A empresa australiana de análises aéreas Geospatial Intelligence trabalhou com o governo de Nova Gales do Sul para capturar imagens e fazer um antes e depois. Assim, puderam mostrar o estrago causado pelas queimadas neste estado. Regiões que antes floresciam agora parecem estéreis.

Fogo levou as áreas verdes e trouxe um sentimento de terror

As imagens ainda com o verde foram feitas em 2019, antes do início dos incêndios florestais. Enquanto isso, as outras imagens foram feitas logo depois das enormes queimadas.

Continua depois da publicidade
australia

(Imagem: Geospatial Intelligence)

australia

(Imagem: Geospatial Intelligence)

Por mais tristes que essas fotografias possam ser, ajudam os governos com informações preciosas. A gravidade da situação fica mais clara com esse tipo de trabalho. Assim, com as imagens aéreas foram vistos danos nas vegetações e infraestruturas.

“Tem um valor muito, muito alto nos períodos de planejamento pré-incêndio, então este período agora está chegando na temporada de incêndios”, disse Rob Coorey, CEO da Geospatial Intelligence, à ABC News.

Essa empresa oferece imagens com mais resolução do que o Google Maps. Os satélites do Google colocam entre 30 e 250 metros por pixel, enquanto neste trabalho, cada pixel tem 1,5 metro.

australia

(Imagem: Geospatial Intelligence)

australia

(Imagem: Geospatial Intelligence)

Incêndios pela Austrália e em outras partes do globo

Não foi a primeira vez que a Austrália enfrentou um verão negro. Mas, não é o único lugar da Terra que enfrenta esta situação. Na Califórnia incêndios estão fortes e um tornado de fogo foi flagrado recentemente. Nem o Ártico escapa de queimadas.

Por mais que a atual temporada de incêndios seja menos devastadora do que no último ano, essa tecnologia é algo que devemos ver com frequência num futuro não muito distante.

Continua depois da publicidade

Com informações de Science Alert.

Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.


Populares hoje

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Notícia

No dia 18 de fevereiro de 2021, a sonda Perseverance da NASA pousou na cratera de Jezero, na superfície de Marte. No entanto, o...