Connect with us

Hi, what are you looking for?

Notícia

Homem injeta ‘cogumelos mágicos’ na veia e eles crescem no sangue

cogumelos mágicos
Um homem foi hospitalizado após injetar em si mesmo um chá de cogumelos mágicos. (Shutterbug75/Pixabay)

Um homem foi hospitalizado após injetar em si mesmo um chá feito de cogumelos mágicos. Com isso, o fungo cresceu em suas veias.

O relato do caso foi publicado no Journal of the Academy of Consultation-Liaison Psychiatry e a descrição do homem de 30 anos feita pelos médicos refere-se a ele como o “Sr. X”, para fins de anonimato. Ele procurou se automedicar para a dependência por opioides e depressão injetando o chá de cogumelos mágicos.

Os médicos descobriram o ocorrido quando o paciente foi levado ao pronto-socorro por sua família, já preocupada com o seu estado de confusão. O homem havia parado recentemente de tomar a medicação prescrita para o transtorno bipolar tipo I. Logo depois, passou a oscilar entre estados mentais depressivos e maníacos, segundo a família.

Continua depois da publicidade

A utilização dos cogumelos mágicos

Ao parar de tomar a medicação, Sr. X pesquisou os efeitos terapêuticos da microdosagem de LSD e da psilocibina. Esse último é um psicodélico natural produzido por mais de 200 espécies de cogumelos.

cogumelos
TheOtherKev/Pixabay

Realmente, em diversos estudos o composto psilocibina é demonstrado como tendo efeitos terapêuticos, incluindo o alívio da depressão, ansiedade e preocupação existencial em pacientes terminais. Porém, são ensaios controlados e a droga é administrada por via oral. Já o homem pegou os cogumelos mágicos e fez um “chá” derramando água fervente no fungo, que contém a psilocibina solúvel em água.

Após, ao invés de beber o chá de cogumelos mágicos – método de uso recreativo da droga – o Sr. X preparou uma injeção e injetou essa mistura em suas veias. Logo, alguns dias depois, ele precisou ser internado na UTI, porque o fungo estava crescendo em seu sangue.

LEIA TAMBÉM: Cogumelos alucinógenos 4 vezes mais eficazes do que antidepressivos comuns?

Continua depois da publicidade

O paciente ficou 22 dias no hospital, sendo 8 dias no departamento de emergência, onde recebeu o tratamento para a falência de órgãos multissistêmicos. Agora liberado, ele segue o tratamento com um regime de longo prazo de antibióticos e antifúngicos.

Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.


Populares hoje

Plantas & Animais

Novos estudos mostram que as tarântulas habitam o planeta por mais de 120 milhões de anos.

Notícia

Os hominídeos Homo antecessor são parentes bem antigos dos Homo sapiens. Esses humanos ancestrais habitavam vastas regiões da Europa entre 1,2 milhões e 800...

Ciência

Na Paleontologia, encontrar novas peças que pertenceram a milhões de anos atrás é um dos principais objetos de estudo. No entanto, durante uma expedição...

Plantas & Animais

Um estegossauro era um tanque de guerra feito de carne e ossos. Assim como outros grupos de dinossauros com armaduras naturais, os estegossauros possuíam...