Connect with us

Hi, what are you looking for?

Física & Química

Física cria quinto estado da matéria a partir de sua sala de estar

A Dra. Amruta Gadge, da Universidade de Sussex, criou o quinto estado da matéria trabalhando em casa e usando a tecnologia quântica

Quinto estado da matéria na sala de estar
Dr. Amruta Gadge configurando os lasers antes do bloqueio. Crédito: University of Sussex

Uma física criou o quinto estado da matéria trabalhando em casa usando a tecnologia quântica. A Dra. Amruta Gadge, criou com sucesso um Condensado Bose-Einstein (BEC) nas instalações da Universidade de Sussex. O único detalhe é que ela fez isso em sua sala de estar a três quilômetros de distância.

Acredita-se que esta seja a primeira vez que um BEC foi criado remotamente em um laboratório.

O que é um Condensado Bose-Einstein (BEC)?

Um BEC consiste em uma nuvem de centenas de milhares de átomos de rubídio resfriados a temperaturas de nanokelvin, que são mais de um bilhão de vezes mais frias que o congelamento.

Continua depois da publicidade

Nesse ponto, os átomos assumem uma propriedade diferente e se comportam juntos como um único objeto quântico. Este objeto quântico possui propriedades especiais que podem detectar campos magnéticos muito baixos.

Quinto estado da matéria
A imagem que confirma a criação bem-sucedida do BEC. Crédito: University of Sussex

A equipe de pesquisas vem trabalhando para ter um segundo laboratório com um BEC funcionando de forma consistente nos últimos nove meses, como parte de um projeto mais amplo que desenvolve um novo tipo de microscopia magnética e outros sensores quânticos. Eles usam gases atômicos como sensores magnéticos próximos a vários objetos, incluindo novos materiais avançados, canais de íons nas células e o cérebro humano.

LEIA TAMBÉM: Como a relatividade especial de Einstein resolve o paradoxo de gêmeos?

Os gases quânticos presos são controlados para criar sensores extremamente precisos e ideais, ideais para detectar e estudar novos materiais, geometrias e dispositivos.

Continua depois da publicidade

Os sensores desenvolvidos pela equipe podem ser aplicados em muitas áreas, incluindo baterias de veículos elétricos, telas sensíveis ao toque, células solares e avanços médicos, como imagens do cérebro.

Criando o quinto estado da matéria remotamente

Pouco antes do bloqueio, os pesquisadores montaram uma armadilha óptica magnética bidimensional e retornaram apenas algumas vezes para realizar a manutenção essencial.

A Dra. Gadge, pesquisadora em Física e Tecnologias Quânticas da Universidade de Sussex, conseguiu fazer cálculos complexos, otimizando e executando a sequência em sua casa, acessando os computadores do laboratório remotamente.

Continua depois da publicidade

LEIA TAMBÉM: Norte magnético da Terra está se movendo rapidamente para a Rússia

Embora o processo tenha sido mais lento e mais difícil, este experimento trás um marco que poderia fornecer um plano para operar a tecnologia quântica em ambientes inacessíveis, como o espaço.

Fornecido por University of Sussex. Direitos reservados.

Continua depois da publicidade
Da Redação
Publicado por

A SoCientífica, abreviação para Sociedade Científica, nasceu em agosto de 2014 da vontade de decifrar as novidades no mundo científico e transmiti-las para uma sociedade que depende da ciência e tecnologia mas que sabe muito pouco sobre elas. Em um momento em que a desconfiança está se sobressaindo e novas ondas negacionistas de evidências surgem, a SoCientífica está empenhada em ajudar a trazer iluminação para a sociedade novamente.


Populares hoje