Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Estresse em humanos pode ser refletido em cães

Um estudo realizado pela Universidade Linköping e publicado no periódico Scientific Reports, conseguiu relacionar o aumento de estresse nos cães de acordo com o estresse de seus donos.

A pesquisa leva como base os níveis de Cortisol nos cães e seres humanos do estudo. O hormônio é a principal medição do estudo pois está diretamente ligado ao estresse, além do controle do sistema imune e pressão arterial.

Os dados do estudo mostram que a longo prazo, alguns cães podem sincronizar seus níveis de cortisol com os de seus donos. A relação é tão clara que tais níveis de estresse se igualam independentemente da personalidade do animal.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Método do Estudo

O estudo contou com 58 cães (25 deles da raça border collie e 33 pastores de Shetland) além de suas donas, todas mulheres.

Os pesquisadores cortaram duas amostras (em ocasiões diferentes) de cabelos das donas e pelos dos cães. Os pelos são como calendários dos níveis de cortisol produzidos pelo organismo, a medida de crescem, deixam vestígios desses níveis, que podem ser comparados durante os meses.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Além da medição de Cortisol, as donas dos cães responderam um questionário de personalidade, tanto delas quanto de seus animais.

As variáveis possíveis foram eliminadas selecionando cães com maior atividade física ( cães que praticam competições) e cães com menor atividade, dessa forma foi possível eliminar possíveis variações de resultado. Levando a conclusão de que a atividade física não interfere nos níveis de cortisol, porém, os cães que participam de atividades recorrentes “copiam” de forma mais rápida o estresse de seus donos devido a maior interação com eles.

Próximas etapas de pesquisa

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Os resultados obtidos ainda não podem ser levados como comprovação. Em função disso os pesquisadores planejam replicação dos testes com outras raças, diferentes animais e tutores de sexo masculino.

Conclusão

Apesar dos resultados ainda não é possível afirmar com clareza que os animais domésticos têm seu estresse alterado de acordo com os níveis de cortisol de seus donos, porém, podemos notar a correlação entre eles levando em conta os animais e donos analisados.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

É esperado ainda ( novos estudos serão necessários) que tal constatação tenha relação com a forma que os cães evoluíram, sempre sendo selecionados de forma a serem mais dependentes e sociáveis com os seres humanos, sabendo disso, talvez vejamos variações nos resultados em cães de raça designadas para caça e/ou pastoreio.

FONTE: Long-term stress levels are synchronized in dogs and their owners [Nature]

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Avatar
Publicado por

Divulgador científico no Sociedade Científica e no Medium. Estudante de biologia e gestão ambiental.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Espaço

Trouxemos uma pequena seleção das mais belas fotos da superlua que iluminou os céus esta semana. Confira agora mesmo.