Connect with us

Hi, what are you looking for?

Planeta & Ambiente

Esta turbina sem lâminas pode ser o futuro da energia eólica

energia eólica sem hélices
Turbina sem hélices para a geração de energia eólica. Fonte: Vortex Bladeless

Na corrida em busca para criar novos recursos tecnológicos, onde estes não agridam a mãe natureza, ou até mesmo alguma forma de vida, empresas e demais pesquisadores estão unidos em um só propósito. Atualmente, a energia eólica é considerada a mais limpa e que menos afeta natureza, e foi visando esse fator que a empresa Vórtex Bladeless inovou ao criar um novo modelo de turbina eólica.

Com um formato inovador, totalmente diferente daquele tradicional no qual estamos acostumados a visualizar nas estradas, a startup descreve sua nova invenção como “um gerador de vento ressonante de vibração induzida por vórtice”. Os modelos tradicionais possuem hélices ou pás e utilizam o vento como fonte de energia natural, onde ao começar a girar, irá produzir eletricidade. No entanto, o que deixou a sociedade com bastantes questionamentos fora o design cilíndrico e sem a presença de hélices.

Energia eólica: novo design das turbinas realmente funciona?

Os modelos antigos geravam energia conforme a força dos ventos atingia as hélices. Entretanto, mesmo sem essas pás, a empresa garantiu a funcionabilidade da nova tecnologia. Inclusive, a expectativa é que esse novo projeto consiga levar energia limpa para residências, uma vez que existe a possibilidade de funcionar a base de geradores ou painéis solares ao serem conectados.

Continua depois da publicidade

Mesmo sendo considerado um ótimo recurso, o meio ambiente acaba sofrendo com a instalação dessas turbinas, afinal, ao serem implantadas, tomam o lugar que antes servia como abrigo de alguma espécie selvagem. Para conseguir aumentar a produção de energia eólica, mas sem afetar gravemente o meio ambiente, a solução seria a instalação de câmeras ou sensores que desligassem quando algo chegasse muito próximo.

Confira: Nova imagem do famoso buraco negro revela seu campo magnético giratório

Mas agora, esse novo design consegue realizar as mesmas funções que o modelo anterior, mas sem causar tantos danos a vida selvagem, uma vez que as hélices estão ausentes. A estrutura funciona da seguinte forma: o pilar fica oscilante e irá depender, exclusivamente, do vórtice, para receber e aproveitar a energia do vento.

Continua depois da publicidade

Apesar de ter sido desenvolvido em 2012 por David Yáñez, somente agora o projeto está saindo do papel. O pilar é instalado na forma vertical, e quando o vento forte atinge, a parte superior e que não está fixada, começa a sofrer oscilações. De acordo com as informações divulgadas no site oficial da empresa, “o gerador Vórtex é atualmente considerado uma pequena turbina eólica”. E como lema principal, a marca carrega consigo a missão de produzir energia eólica, mas sem ferir ou exterminar a vida selvagem e espécies ameaçadas.

Ruth Rodrigues
Publicado por

Bióloga de formação, mas divulgadora científica de coração. Escreve sobre o mundo das ciências para o SoCientífica.

Comentários

Populares hoje

Mente & Cérebro

Pela primeira vez, pesquisadores conseguiram estudar o momento em que a morte cerebral se torna irreversível no corpo humano, observando o fenômeno em vários...

Plantas & Animais

No fim da década passada, em 2007, cientistas russos, húngaros e norte-americanos recuperaram sementes congeladas de Silene stenophylla, enquanto avaliavam aproximadamente 70 antigas tocas...

História & Humanidade

100.000 anos atrás, um grupo de 36 neandertais caminhou ao longo de uma praia no sul da Espanha. Durante a caminhada, vários indivíduos deixaram...

Mundo Estranho

Esta semana moradores da cidade de Cracóvia, na Polônia teriam se trancado em casa assustados com uma ‘criatura aterrorizante’ que estaria escondida nas árvores perto...