Connect with us

Hi, what are you looking for?

Ciência

Escutar música clássica modula genes responsáveis por funções cerebrais

Um grupo de estudos da Finlândia investigou como ouvir música clássica afeta o perfil de expressão do gene de participantes experientes e inexperientes musicalmente. Todos os participantes ouviram ao concerto de violino de Mozart Nr3, G-maior, K.216, que dura 20 minutos.

Escutar música representa uma função cognitiva complexa do cérebro humano, que é sabido induzir várias mudanças neurais e psicológicas. Entretanto, a base fundamental molecular dos efeitos de escutar a uma música é largamente desconhecida. Um grupo de estudiosos da Finlândia investigou como ouvir música clássica afeta o perfil de expressão do gene de participantes musicalmente experientes e inexperientes. Todos os participantes ouviram ao concerto de violino de Mozart, Nr3, G-maior, K.216, que dura 20 minutos.

Ouvir música aumenta a atividade dos genes envolvidos na secreção e transporte de dopaminas, função sináptica, aprendizado e memória. Um dos genes mais regulados, a sinucleína-alfa (da sigla em inglês: SNCA), é um gene de risco conhecido da doença de Parkinson que está localizado na região de ligação mais forte da aptidão musical. A SNCA é conhecida, também, por contribuir no aprendizado de sons em pássaros.

“A regulação de vários genes que são conhecidos de serem os responsáveis pelo aprendizado de som e canto em pássaros sugere uma base evolucionária compartilhada de percepção de som entre pássaros que cantam e humanos,” diz Dr. Irma Järvelä, líder do estudo.

Continua depois da publicidade

Em contraste, escutar música desregula genes que estão associados com a neurodegeneração, rementendo a música a uma função neuro-protetiva.

“O efeito só foi detectável em participantes musicalmente experientes, sugerindo a importância de familiariedade e experiência em mediar efeitos induzidos pela música,” apontam os pesquisadores.

A descoberta dá novas informações sobre a genética-base molecular da percepção e evolução da música, e pode dar, mais adiante, compreensão acerca dos mecanismos moleculares subjacentes à terapia musical.

Continua depois da publicidade

Fontes:

Chakravarthi Kanduri, Pirre Raijas, Minna Ahvenainen, Anju K. Philips, Liisa Ukkola-Vuoti, Harri Lähdesmäki, Irma Järvelä. The effect of listening to music on human transcriptome. PeerJ, 2015; 3: e830 DOI: 10.7717/peerj.830

Traduzido e adaptado do título Listening to classical music modulates genes that are responsible for brain functions

Continua depois da publicidade
Élisson Amboni
Publicado por

Fundador da Sociedade Científica, escreve e traduz para o site sobre vários temas que lhe dão ímpeto. Você pode encontrá-lo no Twitter clicando aqui.

Comentários

Populares hoje