Connect with us

Hi, what are you looking for?

Saúde & Bem-Estar

Isso é o que acontece quando você usa enxaguante bucal após se exercitar

Enxaguante bucal
O uso do enxaguante bucal após a prática de exercícios não é muito interessante

Enxaguantes bucais costumam aparecer com frequência em anúncios na TV, mas nem tudo é tão simples. Um produto como este é capaz de em instantes neutralizar a maior parte das bactérias desagradáveis que aparecem na boca. Mas, usar enxaguante bucal após se exercitar pode fazer mal para a saúde?

O que realmente acontece quando colocamos uma carga de produtos químicos antibacterianos ao redor de nossa boca? Um estudo recente indicou os efeitos, que podem ser surpreendentes, afetando muito mais do que apenas o seu bem-estar dental.

Quais os efeitos do enxaguante bucal?

Cientistas do Reino Unido e da Espanha descobriram que a simples utilização de um enxaguante bucal após a prática de exercícios pode diminuir a pressão arterial. Assim, quando você se exercita, seus vasos sanguíneos se abrem devido a produção de óxido nítrico, um processo conhecido como vasodilatação, aumentando a circulação do fluxo sanguíneo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Durante muito tempo pesquisadores imaginavam que isso acontecia apenas durante a prática das atividades físicas, mas nos últimos anos novas evidências mostraram que a circulação continua alta após o fim dos exercícios.

LEIA TAMBÉM: Atividade física contribui para melhor saúde mental e imunológica no isolamento

Assim que o nitrito é produzido e engolido com saliva, é absorvido pela circulação sanguínea, voltando ao óxido nítrico, mantendo os vasos sanguíneos largos e reduzindo a pressão sanguínea. Entretanto, conforme este estudo, essa mudança biológica pode ser interrompida caso o enxaguante bucal seja utilizado logo na sequência.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Entenda como foi feito o estudo

O experimento foi realizado com a participação de 23 adultos saudáveis, correndo em uma esteira por 30 minutos. Na sequência, utilizaram o enxaguante bucal, no sabor menta. Além disso, após 30, 60 e 90 minutos, fizeram outra aplicação do produto.

A pressão arterial dos participantes foi aferida durante o experimento e também no período de descanso. Assim, os resultados indicaram que após uma hora de sessão na esteira houve redução média na pressão arterial sistólica de -5,2 mmHg.

A redução para aqueles que fizeram a utilização do enxaguante bucal foi muito menor, com média de -2,0 mmHg. Dessa forma, os resultados indicam que o produto antibacteriano diminuiu a redução da pressão arterial em mais de 60%.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

LEIA TAMBÉM: Exercitar as pernas é fundamental para a saúde do cérebro

Na última parte do monitoramento, 2h após a sessão na esteira, o grupo que utilizou o produto não mostrou sinais de redução na pressão arterial. Mas, o grupo que não utilizou apresentou uma redução significativa na comparação com os valores anotados antes dos exercícios físicos.

“Esta é a primeira evidência que mostra que a atividade redutora de nitrato das bactérias orais é um mecanismo chave para induzir a resposta cardiovascular aguda ao exercício durante o período de recuperação em indivíduos saudáveis”, explicaram os autores em seu artigo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O que isso quer dizer?

Por mais que o estudo não seja tão abrangente, os resultados mostram que nem todas as bactérias são ruins para o nosso corpo. Assim como produtos químicos antibacterianos podem prejudicar importantes processos biológicos.

Os resultados da pesquisa foram publicados no ScienceDirect, confira.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...