Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

115 crianças enterradas com moedas na boca foram encontradas na Polônia

Crianças enterradas com moeda na boca
As crianças enterradas encontradas na Polônia estavam em solo arenoso e estavam dispostas em um eixo leste-oeste, todas com cabeças para o oeste. (Fonte: Arkadia Firma Archeologiczna)

Os restos de 115 corpos de crianças enterradas com moedas na boca foram descobertos por trabalhadores que construíam uma nova estrada na Polônia.

Esta descoberta aparentemente bizarra confirmou uma crença local de que um cemitério de crianças estava localizado em algum lugar na área das Montanhas da Igreja. Arqueólogos que investigaram a descoberta descobriram que muitas das crianças tinham moedas colocadas em suas bocas.

O enterro das crianças com moedas na boca

De acordo com um artigo no The First News, os corpos das crianças foram descobertos durante os trabalhos em um trecho da auto-estrada S19, que faz parte do projeto Via Carpatia de 700 km de extensão que ligará os estados bálticos ao sudeste da Europa, passando por Podlasie, Mazovia, Lublin e Podkarpacie. A Diretoria Geral de Estradas e Auto-estradas Nacionais confirmou a descoberta, dizendo que cerca de “70 ou 80 por cento de todos os corpos são de crianças” e que foram encontrados em terreno arenoso em um eixo leste-oeste com suas cabeças voltadas para oeste.

Continua depois da publicidade
Crianças enterradas com moeda na boca
Alguns esqueletos de crianças tinham moedas na boca (Arkadia Firma Archeologiczna)

A maioria dos corpos das crianças estava enterrada em sepulturas individuais. Mas um grupo de quatro corpos havia sido posicionado em formação próxima, mas não em cima uns dos outros, e todas as suas cabeças estavam descansando para um lado voltadas para o oeste, em direção ao sol poente. A quarta criança, descansando na borda do grupo, era consideravelmente mais jovem que as outras três.

Quando os arqueólogos olharam mais de perto os corpos, encontraram moedas nas bocas de muitas das crianças. Em um artigo do Global Legal Chronicle, a arqueóloga Katarzyna Oleszek, que trabalhou no local, afirmou que as misteriosas moedas são um sinal da crença em “obols of the dead” ou “obol de Charon”, que vem de uma tradição pré-cristã de sepultamento.

Mitos de enterro

Na mitologia grega e romana, Charon ou Kharon, era o barqueiro de Hades. Ele transportava almas dos recém falecidos através dos rios Styx e Acheron que dividiam o mundo dos vivos do mundo dos mortos. Uma moeda, conhecida como “obol de Charon”, era necessária para pagar a passagem de Charon e estas eram frequentemente colocadas na boca dos mortos.

A maioria das moedas encontradas na boca das crianças havia sido cunhada durante o reinado do rei Sigismundo III Vasa da Polônia (1587-1632 DEC). Algumas moedas conhecidas como boratynki também foram descobertas e datam do reinado do rei João II Casimir (1648-1668 DEC).

Continua depois da publicidade

Nenhum outro artefato ou artigo recuperado no local: nenhum botão, prego ou mesmo alças de caixão. A arqueóloga Katarzyna Oleszek disse à Agência Polonesa de Imprensa que a comunidade que enterrou as crianças era provavelmente muito pobre. Além disso, Oleszek disse que o arranjo dos esqueletos e seu estado de conservação mostra que a descoberta é um cemitério da igreja católica.

Sabe-se por fontes escritas que durante uma visita dos bispos de Cracóvia a Jeżowe em 1604 já havia uma grande igreja paroquial, com um jardim, uma reitoria, uma escola e um cemitério. Provavelmente já existia desde 1590.

Grupo de crianças enterradas com moedas na boca
A descoberta confirma as teorias dos arqueólogos e as especulações dos moradores de que crianças foram enterradas em um cemitério na área de Church Mountains. (Arkadia Firma Archeologiczna)

Moedas nas Bocas das Crianças Enterradas: Pagamento para atravessar o Estige

A área na qual as crianças falecidas foram descobertas agora está coberta pela florestada e não há marcadores de sepultura, com apenas uma pequena capela oferecendo quaisquer sinais da antiga igreja.

Em um post no Facebook, os arqueólogos disseram que os corpos serão exumados e, depois de serem estudados por antropólogos, serão eventualmente passados para a igreja paroquial local e enterrados no cemitério.

Continua depois da publicidade

Este artigo foi originalmente publicado em Ancient Origins. Tradução de Redação SoCientífica.

Ancient Origins
Publicado por

Nosso objetivo é destacar as mais recentes descobertas arqueológicas, pesquisas acadêmicas e evidências revisadas por pares, além de oferecer pontos de vista alternativos e explicações sobre ciência, arqueologia, mitologia, religião e história em todo o mundo.


Populares hoje