Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Cobra come os órgãos de sapos venenosos ainda vivos

Esta pode ser uma forma da cobra evitar as secreções venenosas do sapo enquanto desfruta a sua refeição.

cobra kukri
A cobra que ingere sapos ainda vivos e come seus órgãos. (Foto: Wikimedia Commons)

A forma como essa cobra come o sapo é um dos aspectos de sua biologia. A cobra kukri asiática, na Tailândia, é a cobra responsável por esse banquete. Essas cobras usam dentes alargados em forma de faca em suas mandíbulas superiores para cortar e estripar os sapo.

Se você ainda não estava com pena do sapo, preste atenção nesse banquete: elas mergulham suas cabeças nas cavidades abdominais dos sapos e comem seus órgãos enquanto os sapos ainda estão vivos, deixando o resto do cadáver intocado.

Enquanto você se recupera dessa informação, talvez você fique feliz em saber que as cobras kukri são, felizmente, inofensivas para os humanos, diz o autor principal de um novo estudo que descreve essa técnica em um comunicado, o herpetologista amador e naturalista Henrik Bringsoe.

Continua depois da publicidade

Refeição tenebrosa

cobra come sapo

O hábito de realizar as suas refeições desse modo era, até então, desconhecido nas cobras. Enquanto algumas arrancam pedaços de suas presas, a maioria das cobras engole suas refeições inteiras.

Bringsoe e seus colegas relatam que os cientistas nunca tinham visto uma cobra enterrar a cabeça dentro do corpo de um animal para sugar os órgãos, às vezes durante horas.

As vítimas são os sapos venenosos chamados Duttaphrynus melanostictus, também conhecidos como sapos-comuns asiáticos ou sapos-manchados asiáticos.

Continua depois da publicidade

Eles são robustos e de pele grossa, medindo entre 57 a 85 milímetros de comprimento, de acordo com o banco de dados de vida selvagem mantido pelo Museu de Zoologia da Universidade de Michigan, o Animal Diversity Web.

Os sapos lutam pela sua vida

Durante a batalha mortal, os sapos lutam vigorosamente por suas vidas secretando defensivamente uma substância branca tóxica, de acordo com o estudo.

fígado do sapo

A estratégia da cobra de evisceração pode ser uma forma de evitar as secreções venenosas do sapo enquanto desfruta a sua refeição, escreveram os pesquisadores.

Continua depois da publicidade

As cobras kukri do gênero Oligodon são chamadas assim porque seus dentes cortantes se assemelham ao kukri, um facão curvado para frente do Nepal.

Faca Kukri Oriental

Faca Kukri Oriental.(Imagem: Pixabay)

Ainda de acordo com o estudo, embora as cobras kukri não sejam uma ameaça para as pessoas, seus dentes podem causar lacerações dolorosas que sangram muito, porque as cobras secretam um anticoagulante de glândulas orais especializadas.

Inclusive, esta secreção produzida por duas glândulas chamadas glândulas de Duvernoy e localizadas atrás dos olhos das cobras provavelmente beneficiam as cobras enquanto elas passam horas extraindo órgãos de sapos, explicou Bringsoe.

VEJA TAMBÉM: Cobras costumam criar laços de amizades, mostra estudo

Continua depois da publicidade

Os pesquisadores observaram algumas refeições de cobras kukri consumindo sapos comuns asiáticos na Tailândia e chegaram a algumas conclusões.

Os sapos jovens potencialmente produzem menos veneno do que os adultos, o que pode permitir à cobra engoli-lo inteiro com segurança.

Outra possibilidade é que as cobras kukri sejam imunes às toxinas das espécies de sapos, mas de qualquer forma elas precisam estripar os adultos por serem simplesmente grandes demais para engolirem, relataram os pesquisadores.

Continua depois da publicidade

No entanto, ainda não há dados suficientes para responder a essas perguntas, disse Bringsoe no comunicado.

As descobertas foram publicadas online na revista Herpetozoa.

Continua depois da publicidade

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.