NaturezaBraço encontrado dentro de tubarão é provavelmente de turista escocês

Mão com anel de casamento que se acredita pertencer ao turista foi encontrado dentro do tubarão.
Milena Elísios1 semana atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/11/Dentro-de-tubarão.jpg

Segundo autoridades um antebraço descoberto dentro de barriga de um tubarão-tigre na ilha francesa de Reunion, no Oceano Índico, é provavelmente o de um turista escocês que desapareceu enquanto praticava snorkel. Richard Martyn Turner, de Edimburgo, desapareceu no sábado em uma lagoa na costa da Reunion, enquanto praticava mergulhos de snorkel.

O promotor Eric Tuffery, da Ilha da Reunion, disse à Associated Press na sexta-feira que uma investigação feita preliminarmente mostra que o braço dentro do tubarão de 3 metros pertence a Turner. Isso porque um anel de casamento que se acredita ser de Turner foi encontrado dentro do tubarão.

As autoridades realizaram uma necropsia no tubarão na quarta-feira. Tuffery disse que as autoridades estão usando outras ferramentas, incluindo analise de DNA, para confirmar suas descobertas iniciais.

LEIA TAMBÉM: Peixe gigante engole tubarão inteiro no fundo do mar: veja vídeo

Reunion é um território francês no exterior que proíbe nadar e surfar por causa do perigo de um ataque de tubarão. As únicas exceções estão nas águas rasas das lagoas da ilha. Mas os surfistas costumam desrespeitar as regras por causa das ondas que podem ser encontradas mais longe do mar.

O tubarão-tigre foi capturado para fins de pesquisa, juntamente com vários outros, na segunda ou terça-feira. Embora os tubarões sejam menos agressivos do que se pensa, o tubarão-tigre (Galeocerdo cuvier) pode medir até 6 metros de comprimento e é uma das poucas espécies conhecidas por atacar nadadores e surfistas sem provocação. Dos 111 ataques de tubarões-tigre já relatados, 31 foram fatais, tornando o grande tubarão branco a única espécie a atacar e matar mais pessoas. Os tubarões-tigres fazem parte das “três grandes” espécies de tubarões agressivos, juntamente com grandes tubarões brancos e tubarões-touro.

LEIA TAMBÉM: Lula gigante filmada nas profundezas do Pacífico

Não se sabe se o homem pode ter se afogado e após isso, devorado pelo tubarão, ou se pode ter sido atacado por ele e morto por isso, o caso segue sendo investigado. Até o momento, houveram dois ataques fatais confirmados de tubarão nas águas da região Reunion em 2019. Um pescador morreu em janeiro, depois de um tubarão morder sua perna, e um surfista foi morto em maio.

FONTE / The Guardian