NaturezaAlgo está matando os recifes de corais no oceano – e não é o aquecimento global

Damares Alves5 meses atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/07/morte-do-corais-1280x853.png

Os ecossistemas mais ameaçados do nosso planeta são os recifes de corais, e o aquecimento global é conhecido por ser um dos principais fatores.

Mas essa é apenas parte da história. Existe outra ameaça igualmente devastadora aos corais: a poluição humana.

Vamos utilizar o exemplo da Flórida, que já perdeu metade de seus recifes de corais.

Durante anos, o escoamento agrícola e o esgoto tratado indevidamente fluíram para as águas oceânicas da Flórida desde o norte de Everglades, elevando os níveis de nitrogênio do santuário e diminuindo o limiar de temperatura do recife para o branqueamento, dizem os pesquisadores.

Como resultado dessa combinação mortal, a cobertura de corais na região declinou de quase 33% em 1984 para menos de 6% em 2008.

Pesquisadores descobriram que três eventos de branqueamento em massa que aconteceram nesses anos, e só aconteceram após fortes chuvas e aumento de escoamentos terrestres.

Fica claro que se pudermos reduzir a quantidade de poluição que entra em nossos oceanos, poderemos reduzir os piores danos.

“Descargas locais de esgotos e águas pluviais de empreendimentos residenciais têm impactado cada vez mais as águas perto da costa de Florida Keys por décadas …”, afirmam os autores do estudo.

Agora imagine que o mesmo ocorre por todo o mundo, e em diversas situações os esgotos e escoamentos agrícolas acabam fluindo para os oceanos. E consequentemente, matando os corais e prejudicando a vida marinha.

Segundo os pesquisadores, se o mundo realmente fala sério em preservar os recifes de corais, devemos melhorar o tratamento de esgoto, reduzir o uso de fertilizantes e aumentar o armazenamento e tratamento de águas pluviais nos continentes.

A pesquisa foi publicada em Marine Biology.