Questione a realidade: professor Marcelo Gleiser apresentará curso online grátis

O renomado professor e divulgador científico Marcelo Gleiser, em parceria com o DartmouthX e o ICEatDartmouth, apresentará um curso grátis na plataforma online edX. Gleiser, que já apresentou a série Poeira das Estrelas—uma das poucas séries de divulgação científica...

38599 3

O renomado professor e divulgador científico Marcelo Gleiser, em parceria com o DartmouthX e o ICEatDartmouth, apresentará um curso grátis na plataforma online edX. Gleiser, que já apresentou a série Poeira das Estrelas—uma das poucas séries de divulgação científica produzida pela televisão nacional—é professor de filosofia natural na Universidade de Dartmouth e frequentemente é porta-voz da divulgação científica no Brasil. Um dos maiores popularizadores da ciência mundial, escreveu vários livros de popularização da ciência, dentre eles, dois ganhadores do prêmio Jabuti: A Dança do Universo e O fim da Terra e do Céu.

Assista em português o vídeo de divulgação do curso:

Sobre o curso

“Quanto que podemos saber do mundo físico? Podemos saber tudo? Ou existem limites fundamentais de quanto podemos explicar? Se existem limites, até aonde podemos explicar a natureza da realidade física? RealidadeX investiga os limites do conhecimento e o que nós podemos ou não saber do mundo e de nós mesmos.

Vamos traçar a evolução das ideias sobre a natureza da realidade na filosofia e nas ciências naturais desde seus primórdios. Iniciando com os filósofos da Grécia antiga e finalizando com as pesquisas de ponta sobre o universo, a física quântica e a natureza da consciência.

Junte-se ao físico mundialmente renomado Marcelo Gleiser e a especialistas enquanto exploramos como os filósofos e os físicos, de Platão a Einstein e muitos outros, tentaram explicar a natureza do mundo e da realidade.”


Para inscrever-se, basta acessar o curso Question Reality! Science, philosophy, and the search for meaning na plataforma edX, cadastrar-se e clicar em “Enroll”. O curso tem início em 31 de janeiro de 2017.

Publicação arquivada em