Connect with us

Hi, what are you looking for?

Pets

Vira-lata não fica doente? Descubra mitos e verdades sobre os cães sem raça definida

cachorro vira-lata não fica doente? Mito
Foto: Getty Images.

Algumas pessoas acreditam que o cachorro vira-lata não fica doente nunca, será mesmo? Tem também aqueles que pensam que esses cães vivem por mais tempo e outros imaginam que eles podem comer qualquer coisa. De fato, existem muitos mitos sobre os pets sem raça definida (SRD).

O que é um vira-lata?

Os vira-lata, ou SRD, são animais que possuem um código genético misturado, são frutos da mistura de raças. Aliás, mesmo que seu pai e a sua mãe sejam de linhagens puras, caso aconteça o cruzamento entre duas diferentes raças, o animal será vira-lata.

Contudo, os cães com essa característica já existem há muitas gerações, mesclando portes diferentes. Portanto, todos os cachorros que não possuem uma origem conhecida são classificados como SRD.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Vira-lata não fica doente? Mito

Por contar com a bagagem genética de diversas raças, alguns pensam que o vira-lata não fica doente. De fato, a realidade de um cão que vive na rua é muito diferente daqueles que possuem cuidadores e uma casa para viver. Passam fome, frio e sofrem maus-tratos, além de outras condições nada agradáveis em suas vidas.

Desse modo, os vira-latas que nascem com alguma fragilidade certamente terão mais dificuldades para sobreviver e não se saem tão bem quanto os demais. Em suma, os cachorros SRD possuem menos chances de enfrentarem problemas hereditários. Afinal, seus antepassados já passaram pela seleção natural dos mais fortes.

Contudo, isso não quer dizer que o vira-lata não fica doente nunca. Inclusive, conforme a idade vai passando a saúde destes pets vai ficando mais complicada e podem sofrer com problemas de saúde. Podem ainda apresentar dores nas articulações, como artrite e artrose, problemas no coração e dificuldades de visão.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Vira-lata pode comer qualquer coisa – Mito

Por mais que geralmente os vira-latas vivam na rua, não deveriam comer qualquer coisa. A alimentação precisa ser balanceada e para descobrir qual é a dieta ideal, uma conversa com o veterinário deve ajudar. Então, devem ser considerados todos os detalhes que ajudam a deixar o animal saudável e feliz.

Se você tem um vira-latas em casa, nada de oferecer a ele qualquer tipo de alimento. Enfim, o contato com um especialista é importante para que a saúde do animal não seja atingida.

Eles não possuem padrões – Verdade

Os cachorros sem raça definida carregam várias características genéticas em seu DNA, tanto comportamentais quanto físicas. Assim, é possível afirmar que eles não possuem um padrão definido. Podem apresentar diferentes portes, desde os mais pequenos até os mais grandes.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Vira-latas vivem mais – Mito

Não existem dados que comprovem que um cão SRD vive mais do que um animal de raça definida. Portanto, é um mito dizer que a expectativa de vida deles é mais ampla. Então, é normal pensar assim por que eles passam pela seleção natural, onde apenas os mais fortes sobrevivem nas ruas.

Dessa forma, os que aguentam mais tempo passam a característica para seus filhotes. Aliás, atos como levar o pet ao veterinário, amor e uma boa alimentação são fundamentais para que eles possam viver por mais tempo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Erik Behenck
Publicado por

Erik Behenck é jornalista, adora novas descobertas e apaixonado pela escrita.

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Mente & Cérebro

Nas últimas décadas, inúmeras pesquisas mostraram a relação entre amamentação e a saúde da criança. Sabe-se, por exemplo, que a amamentação ajuda no desenvolvimento...

Planeta & Ambiente

Nukumi, uma grande fêmea de tubarão-branco marcada no ano passado está cruzando o Atlântico já faz dois meses. De acordo com especialistas, ela pode estar...