Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Por que nunca vimos os grandes tubarões brancos em aquários?

E talvez jamais veremos.

(Imagem: Getty)

Há uma infinidade de aquários ao redor do mundo e você provavelmente deve ter notado algo estranho: nenhum deles possui exemplares dos temidos tubarões brancos. Por que o predador mais notório do oceano está ausente até nos aquários mais avançados?

Ao contrário do que se pensa, contudo, podemos encontrar animais ainda maiores que o tubarão branco em aquários, como tubarões-baleia e orcas. Embora especialistas e leitores de ciência saibam o motivo da ausência desses temidos animais nos aquários, o leigo não sabe por quê.

Você pode imaginar que talvez eles não estejam lá para a segurança humana, afinal eles causam cala-frios em nós só de imaginá-los. Mas não é por esse motivo.

Continua depois da publicidade

LEIA TAMBÉM: Este é o maior tubarão branco já captado em câmeras: vídeo

Por que não há tubarões brancos em aquários

Aquários especializados vêm a décadas tentando introduzir esses animais em cativeiro, mas há um grande fracasso por trás da tentativa. A verdade é que os aquários não exibem os grandes tubarões brancos por sua própria segurança, não a nossa.

Na década de 70, tubarões foram introduzidos em alguns aquários mas não sobreviveram por muito tempo. Sua reação ao confinamento não foi como o esperado: não comiam e mal nadavam. Aparentavam estar em estado vegetativo e dentro de dias ou semanas morriam.

Continua depois da publicidade

O maior tempo em que um tubarão branco foi mantido em cativeiro é de 198 dias, no Aquário de Monterey Bay, mas não foi fácil. O tanque foi projetado especialmente para animais de mar aberto, contendo 3,78 milhões de litros de água com uma profundidade de 10,6 metros. O jovem tubarão em questão tinha apenas 1,2 metros de comprimento, enquanto os grandes tubarões brancos adultos medem cerca de 4,57 metros.

Esta é a razão macabra de não colocarmos tubarões brancos em aquários.
Tubarões brancos mais velhos caçam animais maiores, como focas e tartarugas marinhas — uma alimentação relativamente difícil de se dar a um animal em cativeiro.

O motivo por trás da sobrevivência do jovem tubarão branco foi por conta do seu tamanho, dieta e idade. Diferente de tubarões mais maduros, sua dieta consistia apenas de peixes. Tubarões mais velhos caçam animais maiores, como focas e tartarugas marinhas — uma alimentação relativamente difícil de se dar a um animal em cativeiro.

Mas chegou a um ponto em que ele não podia mais ficar confinado. Depois de alguns meses de exibição ao público, o tubarão demonstrou comportamentos anômalos à sua espécie em ambiente natural. Ele atacou e matou outros dois tubarões brancos recém introduzidos ao cativeiro e teve que ser liberado de volta ao mar. [Grande tubarão branco foi morto em terrível ataque de canibalismo]

Em anos posteriores, somente bebês de tubarões brancos foram colocados em aquários, mas nenhum deles conseguiu permanecer são por mais de 198 dias.

Continua depois da publicidade

A conclusão

Depois de estudar os exemplos de confinamento, cientistas chegaram à conclusão que a principal razão pela qual grandes tubarões brancos não podem ser contidos é que eles são nômades e estão adaptados para viajar rapidamente por distâncias incrivelmente longas. E os aquários não podem oferecer esse ambiente. Por esse motivo, eles se machucam lançando-se nas paredes e, além de serem afetados psicologicamente, sofrem ferimentos graves devido aos impactos das batidas.

O esforço do Aquário de Monterey Bay para manter tubarões brancos em um aquário foi caro e sofreu críticas devido aos ferimentos que alguns dos tubarões desenvolveram no tanque.

Jon Hoech, diretor de operações de criação do aquário, respondeu às críticas dizendo que “acreditamos firmemente que colocar as pessoas frente a frente com animais vivos como esse é muito importante para inspirar a conservação do oceano e conectar as pessoas ao ambiente oceânico. Sentimos que os tubarões brancos enfrentam ameaças significativas na natureza e nossa capacidade de conscientizar isso é significativa em termos de incentivar as pessoas a se tornarem administradores do oceano.”

Continua depois da publicidade
Avatar
Publicado por

Tradutor e escritor freelancer, é divulgador científico na SoCientífica desde 2018. Nela, escreve sobre temas que dão faísca à imaginação do leitor, de tubarões e fantasmas a quasares.


Populares hoje

Física & Química

O urânio é um elemento químico famoso pela aplicação em usinas de energia nuclear e bombas atômicas. Esse elemento radioativo tem o número atômico...

Planeta & Ambiente

Os filmes de ficção científica sempre nos fazem imaginar acerca de como seria o mundo caso um alienígena usasse seus “poderes” contra os humanos....

Plantas & Animais

Resgatar um animal é uma tarefa bastante complicada. Agora, imagine ter que salvar uma manada de uma espécie de girafa em extinção, que estão...

Notícia

Há 20 mil anos, a Terra estava passando pela mais recente de suas eras glaciais. Devido a alterações na atmosfera do planeta, enormes coberturas...