Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Pelos de cachorros eram usados como lã por povos indígenas do Pacífico

Um cachorro de pelo lanoso na Colúmbia Britânica. (Foto: Universidade de Victoria / Conselho de Liderança W̱SÁNEĆ)

Os povos indígenas do noroeste do Pacífico criavam cachorros em grande número para depois tosá-los e produzir lã. Agora, essa história se confirmou verdadeira.

Há oito anos, Tessa Campbell (curadora sênior do museu Centro Cultural Hibulb) ouviu essa história de Wayne W. Williams. Ele era um ancião das Tribos Tulalip e doou um material para o Centro Cultural, uma reserva tribal no estado de Washington.

Então, o ancião disse a Campbell que nessa doação tinha um cobertor feito de lã de cachorros. Os tecelões que examinaram suspeitaram ser lã de cabra da montanha. Mas o exame com microscópio eletrônico na Universidade de Victoria, na Colúmbia Britânica em 2019, confirmou o que Williams havia dito.

Continua depois da publicidade

O cobertor, datado de 1850, foi feito por lãs de cachorros. Esse exame confirmou a tradição oral da Costa Salish. Os povos indígenas criaram cães especialmente para mantê-los por muito tempo com suas lãs.

Lã de cachorro

Um estudo publicado no mês passado pelo Journal of Anthropological Archaeology mostra as evidências de uma indústria que produzia essa lã de cachorro. Assim como demonstra as raízes antigas desse costume. A análise foi realizada por Ian McKechnie, zooarqueólogo do Hakai Institute, e mais dois coautores.

São dados coletados ao longo de 55 anos de mais de 16.000 espécimes da família canina em todo o noroeste do Pacífico. Ou seja, a grande maioria dos ossos de canídeos de 210 sítios arqueológicos da costa do Pacífico, do Oregon ao Alasca, não eram de lobos selvagens, coiotes ou raposas.

Continua depois da publicidade
cobertor de lã
Cobertor de 1850. Acredita-se que ele foi feito com a lã de um cachorro criado pelo povo da Costa Salish. (Tessa Campbell)

Esses fósseis são, na verdade, de cachorros domésticos e suas lãs.

A criação de animais em terra dos povos indígenas no noroeste do Pacífico era menos conhecida. Ademais, as culturas indígenas desse local são frequentemente associadas à colheita tradicional de salmão, baleia, arenque e mariscos. Logo, o estudo foi o primeiro a indicar a criação de cães para ter suas lãs.

Um dos coautores do estudo, Susan Crockford, estudou ossos de cães em sítios arqueológicos por muitos anos. Ela começou na década de 1990 e percebeu que os restos mortais dos cães domésticos do noroeste do Pacífico eram de duas categorias diferentes – grandes e pequenos.

Mas distinguir cães de caça domésticos de seus primos selvagens pode ser difícil. Por isso, a maioria dos espécimes de estudos arqueológicos anteriores da Costa do Pacífico Noroeste precisava de identificação das espécies, disse Madonna Moss, outra coautora do estudo.

Continua depois da publicidade

Cães domésticos eram mais comuns do que se imaginava

lã de cachorro
A pele de um cachorro-lanoso Coast Salish, coletada em 1859. (Brittany M. Hance / Smithsonian Institution)

Logo, os estudos anteriores fizeram a equipe descobrir que na costa sul da Colúmbia Britânica, os cães domésticos menores de pelos lanosos superaram os cães de caça maiores. Ou seja, os cães domésticos ficaram a longo prazo na vida da comunidade indígena, pelo menos nos últimos 5.000 anos, disse McKechnie.

Por fim, esses cachorros de lã eram tosados como ovelhas. Os povos indígenas Cowichan do leste da Ilha de Vancouver são reconhecidos até hoje por seus tecidos.

O artigo científico foi publicado no periódico Science Direct.

Continua depois da publicidade

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.