Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Imagens incríveis mostram estratégias usadas por baleias para caçar

As imagens incrivelmente raras mostram como as baleias jubarte usam ondas de bolhas como estratégia de caça para capturar cardumes inteiros.

(Universidade do Havaí em Mānoa / Número da licença: NOAA # 19703)

Alguns cetáceos usam uma espécie de “rede” para pegar a comida. Como é o caso das baleias jubarte, que desenvolveram uma estratégia de caça que é, no mínimo, interessante. Elas mergulham e nadam em um anel em torno de suas presas, soprando bolhas à medida que avançam. Esse anel forma uma coluna que aprisiona os peixes, permitindo que outras baleias do grupo nadem de baixo, com as bocas abertas, através do cilindro da bolha para se deleitar no cardume.

Isso é, definitivamente algo fascinante e bonito de se assistir – e os cientistas capturaram em vídeo a rara visão das baleias.

LEIA TAMBÉM: Tubarão de 400 anos pode ser o mais antigo já encontrado: confira vídeo

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Além das imagens de drones que mostram uma impressionante vista aérea de duas baleias jubarte (Megaptera novaeangliae) criando uma espécie de rede de bolhas, os biólogos marinhos da Universidade do Havaí em Mānoa prenderam câmeras e sensores nas baleias usando ventosas para coletar uma grande quantidade de dados sobre esse comportamento fascinante.

“Temos dois ângulos. A perspectiva do drone está nos mostrando essas redes de bolhas e como as bolhas começam a vir à superfície e como os animais passam pela rede de bolhas à medida que surgem, enquanto as câmeras nas baleias nos mostram as perspectiva do animal”, disse o biólogo marinho Lars Bejder, do Programa de Pesquisa em Mamíferos Marinhos da universidade .

“A sobreposição desses dois conjuntos de dados é bastante emocionante”.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

No verão as baleias jubarte migratórias visitam o Alasca para se alimentar, antes de voltar para as águas mais quentes do Havaí no inverno, onde elas se reproduzem e criam seus filhotes.

Durante o período de reprodução, as baleias não comem, e por isso precisam estocar enormes reservas de krill do Alasca para continuar passando por esse período de alto custo energético.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

LEIA TAMBÉM: Crocodilo de água salgada cria “estratégia” para caçar tubarão; veja vídeo

Para descobrir como as baleias usam essa técnica de caça para comer o suficiente, os pesquisadores as equiparam com câmeras e acelerômetros e gravaram vídeos de drones que os acompanham.

O que é fascinante sobre a alimentação com rede de bolhas é que parece ser um comportamento aprendido. Nem todas as baleias jubarte caçam dessa maneira, e as que o fazem podem ter técnicas variadas. Também é cooperativo, com as baleias trabalhando juntas para garantir que todos sejam alimentados.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Esta pesquisa sobre técnicas de alimentação faz parte de uma tentativa de descobrir por que isso pode ocorrer, quais as possíveis causas, incluindo mudanças nas populações de alimentos, impactos antropogênicos em seu habitat e degradação climática.

FONTE / Science Alert

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Milena Elísios
Publicado por

Graduada em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e divulgadora científica por paixão. Aqui na SoCientífica abordo sobre temas variados, mas sempre guiados por boa pesquisa e o rigor científico.

Faça um comentário

Tecnologia

Cientistas estão trabalhando em um novo tipo de propulsão hipersônica que poderia permitir aviões voarem a mais de 20.000 km/h (Mach 17).

Plantas & Animais

Minúsculas criaturas, os rotíferos bdelóides, ficaram congelados no permafrost por 24.000 anos e foram recentemente trazidos de volta à vida, produzindo clones em um...

Sociedade & Cultura

O povo Tsimane é uma tribo indígena amplamente isolada que vive na Amazônia boliviana.  Estas pessoas levam uma vida muito diferente da nossa. E eles...

Notícia

Por muitos anos, a ecolocalização humana tem sido uma forma de percepção para pessoas que perderam a visão. Apesar disso, poucas pesquisas reforçavam essa...