Connect with us

Hi, what are you looking for?

História & Humanidade

Menino de onze anos descobre antigo amuleto de fertilidade

Especialistas dizem que a estátua é apenas a segunda desse tipo já encontrada no país.

amuleto de fertilidade
O amuleto provavelmente data do século V ou VI AC (Cortesia de Yevgeny Ostrovsky e Oren Shmueli / Autoridade de Antiguidades de Israel)

Uma estatueta de cerâmica de 2.500 anos que provavelmente fornecia proteção e promovia a concepção, sendo considerada um amuleto, foi encontrada por Zvi Ben-David, de 11 anos.

No mês passado, enquanto caminhava com sua família no deserto de Negev, norte de Israel, o menino pegou essa pequena estatueta. Como relata o Times of Israel, o antigo amuleto retrata uma mulher de peito nu cujo lenço cobre sua cabeça e pescoço.

A intenção do objeto era promover a fertilidade ou proteger as crianças.

Continua depois da publicidade

Detalhes da estatueta

menino que achou o amuleto
Zvi Ben-David, de onze anos, recebeu um certificado por descobrir o amuleto durante uma caminhada com sua família. (Cortesia de Yevgeny Ostrovsky e Oren Shmueli / Autoridade de Antiguidades de Israel)

A mãe de Ben-David é guia turística profissional e prontamente notificou a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA) sobre a descoberta. Então, os especialistas dizem que a estátua é apenas a segunda desse tipo já encontrada no país. O outro espécime também foi descoberto no deserto de Negev.

A estatueta moldada tem menos de sete centímetros de altura. Provavelmente foi feito durante o quinto ou sexto século aC, no final do período tardio do Primeiro Templo do Judaísmo.

“Estatuetas de cerâmica de mulheres com seios nus são conhecidas de vários períodos em Israel, incluindo a era do Primeiro Templo”, afirmam o arqueólogo Oren Shmueli do IAA e a curadora Debbie Ben Ami em um comunicado.

Amuleto da fertilidade

Ainda segundo os pesquisadores, eles eram comuns em casa e na vida cotidiana, como o símbolo do hamsa hoje. Aparentemente, servia de amuleto para garantir proteção, boa sorte e prosperidade.

Continua depois da publicidade

A mortalidade infantil era muito maior nos tempos antigos, com um terço dos bebês morrendo na infância, de acordo com o IAA. “Havia pouca compreensão de higiene e o tratamento de fertilidade era naturalmente inexistente”, acrescentam Shmueli e Ben Ami.

Comentários

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.