Arquivos Biologia - Sociedade Científica
 

HomeTagArquivos Biologia - Sociedade Científica

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/02/Gryllus_campestris_male_4725285630-1280x720.jpg

Cientistas ficam fascinados com o fato de que os grilos havaianos ainda realizam seu vigoroso chamado de acasalamento, apesar de terem evoluído para perder sua música a fim de evitar um novo parasita mortal. Os grilos silvestres machos tradicionalmente atraem alguma fêmea ao cantar — criando um som raspando ritmicamente suas asas para frente e para trás. No Havaí, no entanto, a música deles atrai fêmeas menos bem-vindas: moscas parasitas, cujas larvas devoram e matam...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/02/5a7e180f5946e-3.jpg

Um vídeo notável que mostra o nascimento de um polvo em um aquário da Virgínia foi visto mais de três milhões de vezes nas mídias sociais. A gravação mostra um bebê polvo da espécie Octopus briareus (caribbean reef octopus) que luta para sair de uma pilha de ovos entre flores. Quase imediatamente, as células da criatura incolor liberam pigmento, dando-lhe uma tonalidade acastanhada. Em seguida agita com seus minúsculos tentáculos e dispara na água. O aquário,...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/12/penis.jpg

Os cientistas estudaram os genitais de um besouro em busca de lições sobre a resistência dos cateteres. O cateter e o pênis do besouro têm um problema comum: encontrar um caminho em espaços complicados sem quebrar ou colapsar. Agora, graças ao besouro-tartaruga Cassida rubiginosa, os cientistas podem ter uma solução para os dispositivos médicos. O órgão reprodutor do macho da espécie é longo e fino, mas graças à sua ponta macia e à sua base...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/12/cachorro-sorrindo-1280x720.jpeg

Cientistas da Universidade de Helsinque, Finlândia, descobriram que a oxitocina fez os cães interessarem-se em rostos humanos felizes. Esse hormônio também os fez ver faces irritadas como menos ameaçadoras. Associado ao carinho e à confiança, o hormônio oxitocina é provavelmente um fator chave na interação entre cães e humanos. Pesquisadores do projeto de pesquisa Canine Mind da Universidade de Helsinque descobriram que a oxitocina fez cães interessados em rostos humanos sorridentes. O hormônio também foi...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/09/General_EduRes_Heart_WhiteBloodCells-1280x720.jpg

Existem oito tipos comuns de sangue. A palavra-chave aí? Comum. Se o que você sabe sobre o sangue para por aí, então tudo isso vai mudar para melhor muito rapidamente. Há literalmente milhões de variedades de tipos de sangue, e a mais rara é compartilhada por menos de 45 pessoas na Terra. Vamos falar sobre o mais exclusivo. Fácil como A, B, O Os prós e contras dos tipos de sangue são muito mais complicados...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Sem-Título-1-1280x720.png

De Gemma Tarlach para a Discover Magazine Os cães são nossos primeiros amigos — eles já eram o único animal domesticado enquanto ainda éramos um grupo de caçadores-coletores. Mas apontar onde e quando a domesticação dos cães começou tem sido difícil. Com os recentes avanços na extração e no sequenciamento de DNA antigo (aDNA), é natural que os pesquisadores estejam apressados em responder a essas perguntas. Um estudo de 2016 ofereceu uma nova e impressionante hipótese sobre a...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/08/Sem-título-3-1280x720.png

Compreender a origem da vida é indiscutivelmente uma das missões mais atraentes para a humanidade. Esta missão inevitavelmente moveu-se para além do enigma da vida na Terra e nos impeliu a procurar saber se há vida em outro lugar do universo. Mas a vida na Terra é um acaso? Ou a vida é tão natural quanto as leis universais da física? De Ian O’Neill, editor de ciência do Live Science Jeremy England, um biofísico no Instituto...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2017/04/pufferfish6-1280x720.png

  Texto adaptado do LiveScience   Em 1995, mergulhadores notaram um belo e estranho padrão circular no fundo do mar do Japão, e logo depois, mais círculos foram descobertos nas proximidades. Alguns compararam essas formações com “círculos de culturas subaquáticas”. Essas formações geométricas vieram e desapareceram misteriosamente e, por mais de uma década, ninguém sabia o que ou quem as fazia. Finalmente, o criador destas formações notáveis foi encontrado: uma espécie recentemente descoberta de baiacu, cientificamente...