HomeTagArquivos Astronomia - SoCientífica

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Plutão-é-planeta-2.jpg

O administrador da NASA reacendeu o debate que vem sendo travado há muito tempo ao reafirmar sua crença de que Plutão deve ser classificado planeta. Jim Bridenstine declarou em um trecho de uma entrevista gravada, mas não transmitida, que ele ainda está firmemente convencido de que planeta anão deveria ser classificado como um planeta legítimo. LEIA TAMBÉM: Nova teoria de marés explica gêiseres em Encélado, lua de Saturno “Só para que saibam, na minha opinião,...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Ondas-de-rádio-no-espaço.jpg

Segundo astrônomos, planetas mortos podem estar transmitindo sinais de ondas de rádio no espaço, isso por que os núcleos de planetas mortos podem “transmitir” ondas de rádio por até um bilhão de anos, de acordo com um novo estudo publicado pela Royal Astronomical Society. Essas ondas são causadas por interações entre o núcleo de um planeta morto e o campo magnético de sua estrela morta, que é conhecida como anã branca. LEIA TAMBÉM: Imagens da...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Clisão-com-Júpiter.jpg

O núcleo de Júpiter é uma enorme e bizarra mistura de rochas sólidas misturadas a bolha difusa de hidrogênio gasoso. Como ele poderia ter se formado há milhares de anos, é um grande mistério. Mas agora os cientistas estão sugerindo que o gigante gasoso pode ter absorvido um outro protoplaneta durante uma enorme colisão quando nosso sistema solar estava se formando, segundo a Science. Uma colisão frontal cataclísmica Uma possível explicação é que tenha ocorrido...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Júpiter.jpg

EspaçoVídeo mostra o exato momento em que meteoro explode na atmosfera de Júpiter

1 mês atrás5 minFlashes de luz em Júpiter (ChappelAstro / Twitter)

Júpiter é o maior e mais massivo planeta de nosso sistema solar. O gigante gasoso possui 2,5 vezes o tamanho de todos os planetas que orbitam o nosso Sol. Júpiter é tão grande e brilhoso que pode ser encontrado no céu facilmente, com ajuda de um telescópio e um mapa celeste. Também é possível observa-lo a olho nu. Ontem (7 de agosto de 2019) às 4:07 UTC, o astrofotógrafo Ethan Chappel, no Texas, capturou uma...