Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) emergiu muito antes da introdução da meticilina nas práticas clínicas

Essa imagem da microscopia eletrônica de varredura digitalmente colorida representa uma série de bactérias Staphylococcus aureus coloridas em cor mostarda, que estavam fugindo do ataque de glóbulos brancos humanos (em azul). Créditos: National Institute of Allergy and Infectious Diseases.

De acordo com um novo estudo publicado na revista Genome Biology, o uso de meticilina não foi o principal fator na evolução da bactéria Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA) como se pensava até então. Em vez disso, foi o uso generalizado de antibióticos, como a penicilina, nos anos anteriores à introdução da meticilina o responsável por tal resistência.

“Nosso estudo fornece evidências importantes para futuros esforços do combate a resistência aos antibióticos”, disse o autor principal Professor Matthew Holden, um microbiologista molecular da University of St Andrews.

“Isso mostra que os novos medicamentos que são introduzidos para contornar mecanismos de resistência já conhecidos, como a meticilina foi em 1959, podem tornar-se ineficazes por adaptações pré-existentes, que ainda não são conhecidas, na população bacteriana.”

Continua depois da publicidade

[standout-css3-button href=”http://apoia.se/socientifica”]Considere fazer uma doação à Sociedade Científica[/standout-css3-button]

“Essas adaptações ocorrem porque – em resposta à exposição a antibióticos anteriores – as bactérias resistentes são selecionadas em vez das não-resistentes à medida que elas se desenvolvem.”

O professor Holden e os co-autores descobriram que Staphylococcus aureus adquiriu o gene mecA – um gene que confere resistência à meticilina produzindo uma proteína chamada proteína de ligação à penicilina 2a (PBP2a) – já em meados da década de 1940, cerca de 14 anos antes do primeiro uso de meticilina.

Continua depois da publicidade

A introdução da penicilina na década de 1940 levou à seleção das cepas de Staphylococcus aureus que já carregavam esse gene.

“Dentro de um ano da meticilina sendo introduzida para contornar a resistência à penicilina, pela primeira vez verificou-se cepas de S. aureus que já eram resistentes à meticilina”, disse o primeiro autor do estudo, Dr. Catriona Harkins, professor clínico em dermatologia da University of Dundee.

“Nos anos que se seguiram, a resistência se espalhou rapidamente dentro e fora do Reino Unido.”

Continua depois da publicidade
As datas de introdução da penicilina e da meticilina em uso clínico no Reino Unido são indicadas com linhas verdes e vermelhas, respectivamente. Crétidos: Catriona P. Harkins, et al.

As datas de introdução da penicilina e da meticilina em uso clínico no Reino Unido são representadas pelas linhas verdes e vermelhas, respectivamente. Crétidos: Catriona P. Harkins, et al.

“Cinco décadas após a aparição da primeira MRSA, surgiram várias linhagens de MRSA com diferentes variantes do gene de resistência.”

Para descobrir as origens do primeiro MRSA e traçar sua história evolutiva, a equipe sequenciou os genomas dos primeiros 209 S. aureus isolados de uma coleção única de bactérias resistentes à meticilina que foram recuperadas na Europa entre 1960 e 1989.

Nessa coleção, os pesquisadores também encontraram genes isolados que conferem resistência a vários outros antibióticos, e genes que estariam associados à diminuição da suscetibilidade aos bactericidas.

“Este continua sendo um dos muitos desafios para enfrentar o crescente problema da resistência antimicrobiana.”

Continua depois da publicidade

“A fim de garantir que os futuros antibióticos mantenham a sua eficácia durante o maior tempo possível, é essencial que os mecanismos de vigilância eficazes sejam combinados com o uso do sequenciamento do genoma para verificar o surgimento e a propagação da resistência.”

Referências

Catriona P. Harkins et al. 2017. Methicillin-resistant Staphylococcus aureus emerged long before the introduction of methicillin into clinical practice. Genome Biology 18 (130); DOI: 10.1186/s13059-017-1252-9

Continua depois da publicidade

Fonte: Sci News

Comentários

Populares hoje

Saúde & Bem-Estar

Uma empresa israelense chamada CorNeat Vision desenvolveu uma córnea sintética e permitiu a um homem de 78 anos, cego há dez anos, recuperar totalmente...

Tecnologia

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do...

História & Humanidade

Os sapiens não são a única espécie humana que já circulou pela Terra, embora hoje só nós estejamos vivos. Fora os sapiens, a espécie...

História & Humanidade

Nós possuímos, em nosso DNA, registros de um ancestral misterioso, que acasalou com espécies humanas há aproximadamente um milhão de anos.