Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

Que horas começa o Eclipse Solar Total de 2017?

Este mosaico de fotos mostra uma visão do sol da Baja California durante um eclipse em 11 de julho de 1991, com a lua deslizando em frente ao sol. Fonte: NASA

Agora estamos contando o tempo até o eclipse solar total em horas, não mais em dias. Você está pronto?

Em 21 de agosto, a Lua lançará sua sombra na Terra, dando a toda a América do Norte a chance de ver um eclipse solar total.
A estreita faixa escura, de cerca de 96 quilômetros a 112 quilômetros de largura que começa no meio do oceano pacífico, se estende do estado da Oregon até a Carolina do Sul e termina no meio do oceano atlântico, chama-se de caminho da totalidade. Nesse estreito caminho, a Lua bloqueará completamente o rosto do Sol e proporcionará aos cientistas uma chance única de realizar estudos sobre o Sol.

Se você não estiver pronto, não se preocupe, temos você coberto com o Widget Eclipse 2017 (abaixo) os editores da revista Astronomy. Desenvolvido pelo SkySafari 5, este widget interativo pode informá-lo exatamente quando o show começará e quando você alcançará o máximo de eclipse em sua área.  Se você clicar em “view” nas leituras de tempo na coluna de eventos, você também pode obter uma visualização aproximada do que você pode esperar para ver no céu. Clique no mapa sobre a sua localidade para ter o percentual de bloqueio do Sol pelo eclipse.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Observação importante: se você clicou no mapa na área referente à sua cidade e apareceu “–:–:–” significa que o eclipse de 21 de agosto não será visível da localidade.

Além disso, deslize um pouco mais fundo na página para obter mais informações sobre o eclipse pelas revistas especializadas Discover and Astronomy: o que levar para ver o ecplise, como acontece um eclie, 25 coisas para saber sobre o eclipse e muito mais! Contudo, os sites estão em língua inglesa.

Mapa completo do Eclipse Solar Total de 2017.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

2017_Stereographic_Map_Social

“Webcasts” ao vivo

A maioria de vocês espera experimentar a totalidade o eclipse em toda a sua glória, “com os próprios olhos, ao vivo e em cores”. No entanto, se isso não for possível ou o céu proibir você testemunhar um eclipse solar, caso esteja totalmente nublado, o site American Eclipse 2017.org terá recursos disponíveis para assistir todas as fases do eclipse solar em 2017 ao vivo via webcasts (transmissões pela internet) ao vivo. Todos os links estarão disponíveis na seção Live Eclipse.

Tipos de Eclipse Solar

Os eclipses solares podem assumir algumas formas diferentes, nomeadamente os eclipses solares parciais, os eclipses solares anulares e os eclipses solares totais. Embora este artigo esteja particularmente concentrado no Eclipse Solar Total em 2017, aqui vão algumas explicação de todos os três tipos.

Eclipse solar parcial

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Este tipo de eclipse é testemunhado durante a ocorrência de um eclipse solar total, eclipse solar anular ou apenas durante um eclipse que só será parcial. Muitas vezes vistos em uma grande área da Terra, esses tipos de eclipses solares são vistos com mais freqüência do que qualquer outro. No caso do eclipse solar total em 2017, toda a América do Norte poderá ver esta etapa do eclipse. Isso se deve principalmente ao fato de que a distância da Lua da Terra é irrelevante para nós na Terra durante esses eventos. Se um eclipse parcial acontecer, um grande pedaço da Terra irá testemunhá-lo. Aparecendo para tirar uma “mordida” do Sol, a Lua obscurece o disco do Sol. Durante o nascer ou o pôr-do-sol, os eclipses parciais podem ser bastante pitorescos.

Como a ilustração mais abaixo mostra, um eclipse parcial é observado da Terra quando se está na sombra externa da Lua ou na ‘Penumbra’. O escurecimento sempre tão leve causado pela ‘Sombra Penumbral’ é dificilmente perceptível. Eclipse solar parcial é o ponto entre a luz solar plena e a sombra completa da Lua. A luz do sol é tão brilhante que, mesmo quando parcialmente obscurecida, é difícil notar um escurecimento da luz circundante (apesar da óbvia “mordida” do Sol no céu). Mesmo quando 60% obscurecidos, as coisas podem parecer normais.

Eclipse solar parcial

Eclipse solar parcial

Eclipse solar anular

Um eclipse solar anular é muito mais raro do que um eclipse solar parcial. Apesar de um eclipse parcial ser visto por muitos durante esses eventos, a fase anular só é vista em um corredor estreito que se estende sobre a superfície da Terra. O que causa o “anel no céu” se deve à órbita elíptica da Lua. Há momentos em que a lua nova está localizada mais longe da Terra do que em outras ocasiões. O ponto em que está mais longe é chamado de ‘apogeu’. Se um eclipse completo do sol acontece por volta desse momento, um eclipse solar anular será mostrado devido à Lua aparecer um pouco menor do que o Sol. Isso significa que a sombra principal da Lua, a umbra, não atinge a a superfície da Terra, permitindo que a luz solar envolva em torno da circunferência completa da Lua.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Foto de um eclipse solar do tipo anular e ilustração esquemática anular do eclipse solar.

Foto de um eclipse solar do tipo anular e ilustração esquemática anular do eclipse solar.

Durante esses eventos, pode-se observar um obscurecimento do céu, mas não na intensidade notável que um eclipse solar total pode.

Eclipse solar total

Tipo de eclipse que acontecerá em 21 de agosto de 2017, um eclipse solar total é o mais raro dos três tipos de eclipse solar mencionados. Para que esse evento aconteça, a Lua deve estar em fase nova e não estar perto do apogeu em sua órbita em torno da Terra. Muito parecido com o eclipse anual, apenas alguns poucos serão capazes de testemunhar o evento em um corredor estreito que se estende pela Terra do Oeste ao Leste. A maioria das áreas da Terra estarão localizadas fora desse corredor, chamado de “caminho da totalidade“. No entanto, em uma área muito maior da Terra se poderá ver a fase parcial desse tipo de eclipse, que corre conforme mostram as imagens abaixo.

Foto do eclipse solar total de 2009 e esquema explicativo das condições de ocorrência desse tipo de eclipse.

Foto do eclipse solar total de 2009 e esquema explicativo das condições de ocorrência desse tipo de eclipse.

Com que frequência ocorrem eclipses?

Eclipses solares

É do conhecimento comum imaginar que os eclipses solares são raros. No entanto, em média, existem 2,4 eclipses solares todos os anos visíveis de algum lugar da Terra. Este número inclui os 3 tipos de eclipse solar mencionados acima, total, anular e parcial. Um eclipse solar total é visível de algum lugar na Terra aproximadamente a cada 18 meses. É raro assistir a um eclipse solar total, já que a fase total do eclipse só é visível de um corredor estreito através da superfície terrestre, o caminho da totalidade. Portanto, testemunhar um eclipse solar total sem viajar longe para vê-lo é considerado rarissímo.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Eclipses Lunares

Os eclipses lunares são mais comuns e são visíveis de 2 a 4 vezes por ano de algum lugar na Terra. Os eclipses lunares também são visíveis a partir de uma área geográfica muito maior da Terra, desde que a Lua esteja alta no céu durante a época do eclipse, qualquer um pode testemunhar, independentemente da localização (se o tempo o permitir). Isso efetivamente significa que cerca de metade do planeta pode testemunhar alguma parte do eclipse lunar. A fase total do eclipse dura muito mais tempo em comparação com os poucos minutos de um eclipse solar total. A fase total de um eclipse da lua geralmente pode durar até uma hora ou mais com todo o eclipse tendo duração superior a 3 horas.

Fontes: Discover Magazine, Astronomy MagazineAmerican Eclipse 2017.org Imagem da capa: NASA

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Avatar
Publicado por

Mestrando em Estudos Ambientais pela UCES, Buenos Aires. Graduado em Engenharia Civil e pós-graduado em Gestão Pública e Controladoria Governamental. Com interesse por ciência, tecnologia, filosofia, desenvolvimento sustentável e diversas outras áreas do conhecimento humano.

Faça um comentário

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.

Espaço

Trouxemos uma pequena seleção das mais belas fotos da superlua que iluminou os céus esta semana. Confira agora mesmo.