Connect with us

Hi, what are you looking for?

Espaço

NASA Lança oito pequenos satélites para melhorar as previsões de furacões

NASA lança sua missão de satélites de previsão de furacões CYGNSS nesta segunda-feira (12).

A NASA transmite via web o lançamento de sua missão de satélites de furacões Cyclone Global Navigation Satellite System (CYGNSS) neta segunda-feira, 12 de dezembro. A cobertura do lançamento ao vivo começa às 9h30 (horário de verão, hora de Brasília ou 11h30 GMT) com o lançamento do CYGNSS do foguete ATB Orbital às 11h24 (horário de Brasília ou 1324 GMT).

Durante a janela de lançamento de uma hora, que se abre às 11h19 , o CYGNSS decolará a bordo de um veículo de lançamento Pegasus XL da Orbital Sciences ATK. O foguete está programado para ser implantado sobre o Oceano Atlântico a partir da aeronave Orbital L-1011.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O CYGNSS fará medições frequentes e precisas dos ventos de superfície do oceano ao longo do ciclo de vida de tempestades tropicais e furacões. A constelação do sistema CYGNSS consiste em oito observatórios de microssatélites que medirão os ventos de superfície dentro e perto do núcleo interno de um furacão, incluindo as regiões mais abaixo na parede do olho e as intensas “rainbands” internas que anteriormente não podiam ser medidas do espaço.

cygnss_deployment

Concepção artística sobre a implantação dos oito microsatélites do Sistema de Satélites de Navegação Global Cyclone (CYGNSS) no espaço. Crédito: NASA

 

O foguete Pegasus

Em 5 de abril de 1990, a ATK Orbital iniciou uma nova era no voo espacial comercial quando o foguete Pegasus XL foi lançado de uma aeronave B-52 da NASA em uma missão que se originou no Dryden Flight Research Center na Califórnia. Nas décadas que se seguiram ao seu primeiro voo, o Pegasus tornou-se o padrão mundial para veículos de lançamento pequenos, acessíveis e confiáveis. Realizou 42 missões, lançando de 86 satélites.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

O foguete Pegasus de três estágios é usado para implantar pequenos satélites pesando até 455 kg (1.000 libras) em órbita terrestre baixa. O foguete é levado a aproximadamente 40.000 pés em baixo da aeronave Stargazer L-1011, também da Orbital ATK, sendo liberado sobre o oceano em mar aberto. Após o lançamento, o foguete passa por uma queda livre de cinco segundos antes de inflamar seu motor de primeiro estágio. Com a sua única asa em forma de delta, o Pegasus normalmente coloca satélites em órbita em pouco mais de 10 minutos.

Este sistema de lançamento a partir do ar oferece uma flexibilidade sem precedentes para operar a partir de praticamente qualquer lugar na Terra com requisitos mínimos de suporte em solo. Os lançamentos Pegasus foram realizados a partir de seis locais separados nos Estados Unidos, Europa e Ilhas Marshall, na primeira vez que um veículo de lançamento espacial demonstrou essa flexibilidade operacional. O Pegasus XL é um veículo da categoria 3 no sistema de certificação da NASA.

NASA TV:

Publicidade. A leitura continua abaixo.

A cobertura ao vivo da NASA TV começar às 9h30 (11h30 GMT) no Blog de Lançamento da NASA. Transmissões ao vivo também estarão disponíveis nas redes sociais da NASA em:

http://www.twitter.com/NASAKennedy

https://www.facebook.com/NASAKennedy

Publicidade. A leitura continua abaixo.

A Cobertura da NASA TV irá apresentar atualizações ao vivo como o correr dos marcos de contagem regressiva, bem como clipes de vídeo destacando as preparações de lançamento e o voo. Para o Blog de Lançamento da NASA, visite:

http://blogs.nasa.gov/cygnss

O Centro Espacial Kennedy fará também uma transmissão do evento desta segunda-feira no Facebook ao vivo das proximidades da pista de Skid Strip na estação de Força Aérea de Cabo Canaveral. OS briefers da transmissão destacam tanto a ciência envolvida na missão CYGNSS, bem como a aeronave L-1011 e o foguete Pegasus, e o público poderá acompanhar uma visão dentro do avião. O evento será transmitido ao vivo na página do Centro Espacial Kennedy no Facebook em:

Publicidade. A leitura continua abaixo.

http://www.facebook.com/NASAKennedy

Repórteres podem fazer perguntas ligando para a reportagem do Kennedy Space Center no número 321-867-2468 o mais tardar 15 minutos antes do início das sessões informativas. A mídia também pode fazer perguntas via Twitter usando a hashtag #askNASA.

 Para mais informações:

Publicidade. A leitura continua abaixo.

http://www.nasa.gov/cygnss

Fontes: NASA e Orbital ATK

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Faça um comentário

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.