HomeCategoryArquivos Engenharia aeroespacial - Página 2 de 5 - Socientífica

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/05/nasa-mars-helicopter-001.jpg

AeroespacialEngenharia aeroespacialNotíciaTecnologiaNASA revela o primeiro helicóptero que irá sobrevoar outro planeta

1 ano atrásAnimação com Mars Helicopter da NASA, um pequeno helicóptero autônomo, que viajará com o rover Mars 2020 (visto ao fundo) da NASA. Ambos estão programados para ser lançados em julho de 2020. A finalidade é demonstrar a viabilidade e o potencial de veículos mais pesados que o ar no Planeta Vermelho.
(Crédito: NASA / JPL-Caltech)

A agência espacial dos Estados Unidos anunciou que planeja lançar um minúsculo helicóptero autônomo de quatro quilos, juntamente com a missão rover 2020. 

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Blue_Origin_New_Shepard_launch.0.jpg

A empresa de exploração aeroespacial Blue Origin prepara o teste de lançamento suborbital do New Shepard 3. O lançamento está previsto para este domingo (29) e será transmitido ao vivo. (Atualizado às 13h15 de 29 de abril de 2018). No domingo, a empresa espacial privada Blue Origin lançará seu terceiro foguete de estágio único New Shepard, segundo o fundador Jeff Bezos. O lançamento estava programado para as 10h30 no horário de Brasília  (9:30 AM EDT...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/AP_rosetta_comet_mission_2_jtm_141111_16x9_992.jpg

Foi um feito histórico: uma missão espacial entrou na órbita de um cometa distante pela primeira vez. Rosetta, da Agência Espacial Européia, se encontrou com o Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko nos confins do Sistema Solar. Depois de dez anos viajando pelo espaço profundo, alimentado principalmente por células solares, Rosetta aproximou-se do cometa não muito longe (relativamente falando) da órbita de Júpiter e começou a circundá-lo. Em novembro de 2014, Rosetta lançou um minúsculo módulo no misterioso cometa para...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Artists-illustration-of-TESS-1280x720.png

AeroespacialAstrofísicaCosmologiaEngenharia aeroespacialTecnologiaComo o Telescópio Caçador de Planetas Tess da NASA vai encontrar mundos habitáveis

1 ano atrásIlustração artística do satélite TESS da NASA, que irá caçar exoplanetas orbitando estrelas mais brilhantes do lado de fora do nosso sistema solar dando continuidade ao trabalho do Kepler. Crédito: Goddard Space Flight Center da NASA.

Com informações do Space.com e da NASA. O próximo telescópio caçador de planeta da NASA vai balançar seu olhar de um ponto a outro no céu em busca de mundos que possam ser habitáveis. O TESS, Satélite de Pesquisa de Exoplaneta em Trânsito, da NASA, é compacto, mas poderoso. Esse caçador de planetas pode acabar descobrindo mais mundos alienígenas do que o famoso telescópio espacial Kepler da NASA. O telescópio conhecido como Satélite de Pesquisa de Exoplaneta em Transição (Transiting...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/iss054e014505_-1280x720.jpg

AeroespacialEngenharia aeroespacialTecnologiaO cargueiro da SpaceX chega à Estação Espacial com toneladas de suprimentos

1 ano atrásA nave de reabastecimento da SpaceX Dragon, com seus painéis solares duplos estendidos, é mostrada no módulo Harmony, enquanto a Estação Espacial Internacional orbitava acima do Brasil. (Créditos/Fonte: NASA)

Astronautas a bordo da ISS capturaram a Dragon não tripulada hoje (4 de abril) às 7:40 da manhã, usando o enorme braço robótico Canadarm2 do laboratório em órbita. Astronautas a bordo da ISS capturaram a cápsula de carga não tripulada Dragon hoje (4 de abril) às 7h40 da manhã, no horário de Brasília, (6h40 a.m. EDT, 1040 GMT), usando o enorme braço robótico Canadarm2 do laboratório em órbita. O veículo de carga havia sido lançado...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/03/pia22207-16-1280x720.jpg

AstrobiologiaAstrofísicaAstronomiaCiênciaEngenharia aeroespacialO Curiosity da NASA completou 2.000 dias em Marte

1 ano atrásEste auto-retrato do Criosity Mars da NASA mostra o veículo em Vera Rubin Ridge, que vem sendo investigado nos últimos meses. Diretamente atrás do rover está o começo de uma encosta rica em argila que os cientistas estavam ansiosos para começar a explorar. Na próxima semana, o Curiosity começou a subir essa encosta. À esquerda está o norte e o oeste está à direita, com a borda da "Gale Crater" no horizonte de ambas as bordas. Fonte: NASA/JPL-Caltech/MSSS.

Oh! E que maravilhosa jornada tem sido esta para o rover Curiosity em Marte! No sábado (24), a sonda movida a energia nuclear Curiosity, da NASA, comemorou seu aniversário de 2.000 dias marcianos (ou sois) de exploração do Planeta Vermelho. Mas não espere um pit stop tão cedo. O dia do marco de dois mil sois do Curiosity pegou o rover escalando uma montanha de 4,83 quilômetros (3 milhas) de altura chamada Monte Sharp. Para marcar...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/03/kepler_interrupt_feature-1280x720.jpg

A nave de busca de exoplanetas da NASA está ficando sem combustível.   De Elizabeth Howell, editora do Space.com. Os dias de caça de planetas do telescópio espacial Kepler vão acabar em breve. Depois de encontrar mais de 2.300 planetas confirmados em suas duas missões, o Kepler está com pouco combustível e vai ficar sem nada dentro de alguns meses, de acordo com engenheiros da NASA. “Nossas estimativas atuais são de que o tanque do...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/03/Screenshot_9.png

O maior e mais potente foguete em atividade, Falcon Heavy, produziu um feito inigualável. Uma empresa civil foi a responsável por esse feito, que não foi realizado nem por estados poderosos em plena guerra fria. O lançamento do Falcon Heavy foi um sucessso. Ele quase conseguiu completar toda a sua missão, que era lançar um manequim e seu possante para as estrelas — bom, pelo menos a nossa estrela — e voltar intacto para a Terra....

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/02/tiangong-1-shenzhou-8-docked-rendering-cmse.jpg

AeroespacialAstrofísicaCiênciaEngenharia aeroespacialTecnologiaEstação espacial chinesa fora de controle cairá na Terra em 2018

1 ano atrásUma renderização do laboratório espacial Tiangong-1 (à direita) encaixou com a nave espacial não tripulada Shenzhou-8. Os bicos do motor da estação espacial chinesa estão visíveis e teriam sido usados para realizar uma reentrada controlada, se a China não tivesse perdido o controle da Tiangong-1 (Imagem: CNSA).

Uma estação espacial fora do controle irá cair na Terra em algum momento no primeiro quadrimestre de 2018, prevê um novo cálculo. Em setembro de 2016 a China anunciou que perdeu o controle da sua estação espacial Tiangong-1 e inicialmente pensou que a nave espacial voltaria à Terra no “final de 2017”. Desde então, estimativas refinadas colocaram a data da reentrada em algum ponto entre dezembro 2017 e março de 2018. Agora, o Space Debris Office...