Connect with us

Hi, what are you looking for?

Plantas & Animais

Veja 5 patas de animais extremamente estranhos

(Alamy)

Em todo o reino animal, as patas de animais estranhos ou não apresentam uma variedade imensa de formas surpreendentes e são equipados com uma impressionante gama de adaptações altamente especializadas.

Alguns apresentam garras robustas que podem cavar túneis em terras densas. Outros ostentam garras afiadas e curvas para pegar e agarrar presas que se movem rapidamente. Eles podem usar as suas patas para escalar superfícies verticais ou derrotar rivais e predadores.

Enfim, quer sejam usadas como ferramentas de escavação, ventosas de agarramento ou máquinas de matar, as patinhas dos variados animais estranhos podem ser realmente bizarras. Então, aqui estão os exemplos mais intrigantes.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Anta da ponta da pata

anta da ponta do pé
imagem: Shutterstock

Muitos animais têm cascos, mas você sabia que as antas têm vários cascos em cada pata? As antas – nativas da América do Sul e partes da Ásia – estão intimamente relacionadas aos rinocerontes. Elas são conhecidas por seus mini troncos preênseis semelhantes aos de elefantes.

Mas suas patas também são muito incomuns. Possuem quatro dedos abertos nas patas dianteiras e três dedos nas patas traseiras. E todos os dedos são cobertos por unhas endurecidas, de modo que parecem cascos muito pequenos.

Lagartixas que desafiam a gravidade

lagartixa
imagem: Pixabay

As lagartixas no mundo dos animais estranhos podem subir pelas paredes e até ficar de cabeça para baixo. Mas isso não se deve ao fato de suas patas serem pegajosas e sim porque são cobertos por centenas de minúsculos pêlos.

Eles são conhecidos como cerdas e se ramificam em filamentos ainda menores. Por isso, os elétrons nesses fios minúsculos se ligam a moléculas de outras superfícies por meio da atração eletromagnética, permitindo que a lagartixa se fixe e remova suas patas com rapidez suficiente para deslizar por superfícies verticais e até pelo teto.

Patas de alpacas

pata alpaca
Patas da frente de uma lhama, Cusco, Peru, 2014. Foto de Doug McMains, NMAI.

Elas têm dedos robustos e patas peludas. As patas de alpacas as ajudam a navegar por suas casas geladas e altas na cordilheira dos Andes, na América do Sul.

Esses ruminantes domesticados pertencem à família dos camelídeos, que incluem camelos, dromedários, lhamas, guanacos e viçunas. Todos os camelídeos têm dois dedos em cada pata. O dedo possui uma almofada macia com uma unha enorme por cima. Inclusive, as unhas das alpacas crescem constantemente e se desgatam na caminhada sobre o solo rochoso.

Publicidade. A leitura continua abaixo.

Rinocentores delicados

rinoceronte
imagem: Shutterstock

Considerando seu tamanho e peso, os rinocerontes têm patas surpreendentemente delicadas. Eles são imponentes e podem medir até 4,6 metros de comprimento, pesando até 2.400 kg.

Mas suas cabeças volumosas e corpos enormes são sustentados por patas que parecem fracas em comparação aos membros robustos de outros grandes mamíferos terrestres, como os elefantes. Assim, as pernas do rinoceronte vão se estreitando até as patas circulares e com três dedos.

Quando andam, colocam mais pressão no peito da pata. O professor de evolução mecânica no laboratório de estrutura e movimento do Royal Veterinary College, John Hutchinson, contou que esse movimento é estranho e sem explicação, por enquanto.

Ornitorrincos venenosos

patas de animais estranhos
Imagem: Alamy

Ornitorrincos são animais estranhos de nascença. Esses mamíferos com bico de pato parecem terem sido costurados com caudas achatadas como as de um castor, corpos peludos e patas palmadas. Ele parece um pato selvagem.

As patas, além de serem palmadas, nos machos apresentam esporas pontiagudas carregadas de veneno. Ou seja, os cientistas suspeitam que elas são usadas durante o combate com machos rivais durante a temporada do acasalamento.

Publicidade. A leitura continua abaixo.
Amanda dos Santos
Publicado por

Trabalha como redatora e produtora de conteúdo. Graduada em Comunicação Social e atua como colaboradora na SoCientífica.

Notícia

Durante o desenvolvimento embrionário, os mamíferos (a maioria deles) crescem na cavidade do útero da mãe. Esse ambiente vai se dilatando e desenvolvendo ao...

Mundo Estranho

O jovem de 23 anos Eik Júnior Monzilar Parikokoriu precisou percorrer nove quilômetros com a ave presa à garganta até chegar num pronto-socorro.

Saúde & Bem-Estar

Os exercícios de alta intensidade de intervalos (HIIT) se tornaram populares nos últimos anos por uma série de razões. Eles não exigem tanto tempo...

Espaço

Planeta Nove? Plutão deixou de ser planeta? Descubra agora quantos e quais são planetas do Sistema Solar.