NaturezaEste é o maior tubarão branco já registrado e está vivo; veja imagens

Redação1 semana atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/11/maior-tubarão-branco-já-registrado-scaled.jpg

Desde as histórias até os filmes de terror, os tubarões brancos tem sido objeto de grande curiosidade e medo. 

A ideia de dar um belo mergulho e se deparar com um desses predadores gigantescos, com dentes muito afiados, pode não ser nem um pouco agradável para quem está acostumado à representação tradicional dos tubarões.

Entretanto isso não se aplica a Kimberly Jeffries, uma mergulhadora fotógrafa da vida marinha que fazia uma expedição no Havaí. Ela foi fazer seu habitual trabalho de fotografar tubarões-tigres caçando baleias cachalote quando foi recebida por um visitante não previsto: um tubarão branco fêmea com mais de 6 metros de comprimento.

O fato surpreendeu os pesquisadores de biologia marinha. Tubarões brancos, no geral, quando se aproximam do Havaí costumam nadar mais profundamente. O que torna momentos como o de Jeffries bastante raros e curiosos.

Deep Blue: conheça a celebridade dos oceanos

Os tubarões, quando avistados, são identificados e catalogados pelos cientistas que, por meio de rastreamento, tentam mapear locais vitais para a subsistência da espécie, como pontos de acasalamento. 

Tubarões brancos costumam ter aproximadamente 4,5 metros de comprimento e possuem movimentos migratórios bastante longos, o que torna difícil registrar suas rotas.

Naturalmente, não é só a comunidade acadêmica que fica fascinada quando um desses predadores está mais próximo da superfície. A aparição dos tubarões costuma ser tão esporádico que muitas vezes é possível identificá-los quando aparecem com frequência.

Foi assim que um dos grandes tubarões branco fêmeas recebeu o apelido de “Deep Blue” (ou no português: “Azul Profundo”). A fêmea virou uma celebridade na internet pelos entusiastas de tubarões, possuindo inclusive uma conta no twitter

Prenha ou só de barriga cheia?

De acordo com pesquisadores e mergulhadores no local, a Deep Blue podia ser uma das três tubarões fêmeas presentes nas imediações. As fotos mostravam que os três tubarões possuíam uma barriga bastante inchada, o que levantou debates na internet sobre a possibilidade de estarem no período gestacional.

Alguns pesquisadores, entretanto, foram mais contundentes com o fato de que quando os tubarões fêmeas estão prenhas elas não costumam migrar para a região.

Predadores em perigo

Apesar de várias representações enaltecerem os tubarões como violentos e mortais, atualmente muitos deles tem sido alvo de violência humana.

View this post on Instagram

Post via @oceanramsey Disclaimer: I highly discourage people from jumping into the water purposely with Great #WhiteSharks and TigerSharks and all sharks should be given respect as space as wild animals and PROTECTION from wasteful killing for their important ecological role. I work daily in the water with sharks as a shark biologist and teach public and professional safety programs through @OneoceanResearch and @OneOceanDiving and through a number of our international projects which also includes #greatWhiteShark research specifically. I try hard to replace fear with scientific facts and encourage a healthy level of respect for sharks as #apexPredatorsNotMonsters but not puppies…but not monsters. They are sharks and I love and respect them for what they are. Yes I absolutely LOVE sharks and have a deep understanding and respect for their capabilities combined with well over a decade of full time experience working in-water with them.  My life mission, passion, and I think purpose is to help further conservation efforts for them through research, conservation, design, and immersive and impactful programs and outreach. Please check out all the divisions of #OneOceanDiving listed below for more information and please help us to ban #sharkfinning #sharkfishing #sharksportfishing and #sharkculling around the world. I just found out the the bill to ban the purposeful killing of sharks and rays in Hawaii will be re-introduced this year in both eh house and senate following all the positive shark press that has come from this incredible encounter in the last few days. Mahalo nui loa (thank you) to all those who support efforts for shark and marine conservation. #gratitude #helpsavesharks #finbannow #sharkarma #savesharks #Sharkconservation #sharkresearch. IMAGE © MY AMAZING FIANCE @JUANSHARKS co-founder of @oneoceandiving and @waterinspired also diving with my amazing one ocean shark ohana @mermaid_kayleigh @Forrest.in.focus and @camgrantphotography  Photo credit: #JuanSharks #JuanOliphant @JuanSharks Photo of a massive 20ft gorgeous female white shark and a rough tooth dolphin swimming up to me in my home waters of #Hawaii #Aloha #MalamaManō #Aumakua #Manō

A post shared by Ocean Ramsey #OceanRamsey (@oceanramsey) on

Um relatório divulgado pela União Internacional para a Conservação da Natureza anunciou que, das 30 espécies de tubarões conhecidas, 11 correm o risco de extinção.  

Os tubarões são vítimas de pescas predatórias destinadas ao consumo da carne e da barbatana. A Sopa de Barbatana é um prato refinado e caro para a culinária asiática. 

No caso dos tubarões brancos, em algumas regiões eles já sofrem com a pesca e a poluição. Por exemplo, o caso dos tubarões brancos da África do SulEsse cenário é bastante grave, pois os tubarões estão no topo da cadeia alimentar e possuem um papel muito importante na manutenção do ecossistema marinho. 

Por isso torna-se cada vez mais importante sensibilizar-se sobre a qualidade de vida desses seres vivos, deixando a ideia de que é uma espécie perigosa e maléfica só para a literatura ou a ficção. 

Os principais predadores em nossas costas

Depois de vista toda a comoção e rebuliço sobre a Deep Blue no Havaí, falta agora saber se as espécies mencionadas no artigo também fazem parte do cotidiano dos mergulhadores no Brasil. 

Deep Blue: Uma turista em terras tropicais

Os grandes tubarões brancos costumam também aparecer nos litorais do país, especialmente no Rio de Janeiro. 

Tubarões Tigres: Passeio no litoral pernambucano 

Os tubarões tigres mencionados nesse artigo também vivem próximo do litoral na região nordeste do país, especialmente no Estado de Pernambuco.