NaturezaComo um homem matou um leão da montanha com as próprias mãos

Milena Elísios2 semanas atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/11/Leão-da-montanha-scaled.jpg

Um corredor foi atacado por um leão da montanha em uma trilha no Colorado. Enquanto lutava para proteger sua vida, o homem matou o leão.

Segundo o relatório oficial do Colorado Parks and Wildlife, a vítima do ataque disse ter escutado algo atrás de si na trilha e foi atacado por um leão da montanha quando se virou para investigar. O leão pulou para cima do corredor, mordendo seu rosto e pulso. Ele foi capaz de lutar e se libertar do leão, matando-o em autodefesa. O corredor sofreu lesões graves, mas não fatais, como resultado do ataque.

“Tivemos aqui alguns relatos falsos de ataques de animais que não se revelaram verdadeiros”, disse Rebecca Ferrell, uma oficial de informação pública da CPW. “Neste caso, tudo o que o corredor nos disse era completamente credível. Os ferimentos que ele sofreu, assim como os ferimentos que encontramos no corpo do leão da montanha, correspondiam à sua história. Não temos nenhuma razão para acreditar que tudo o que ele nos disse era falso.”

Ferrell também explicou que havia dois fatores principais na capacidade do corredor de sobreviver ao ataque: A idade do animal e a preparação do física do atleta.

A pouca idade do leão ajuda a explicar tanto a capacidade do homem de lutar contra isso, como o ataque em primeiro lugar. “Há algumas coisas que assumimos quando esse tipo de ataque acontece”, disse Ferrell. “Ou é um leão de montanha muito jovem que ainda está aprendendo suas habilidades de caça ou é muito velho e perdeu suas habilidades. Neste caso, o jovem leão ainda estava aprendendo a caçar e ainda não tinha adquirido a experiência necessária para evitar os humanos. Os ataques do leão da montanha aos humanos são muito, muito raros; este animal em particular se quer sabia o que fazer.

O corredor que foi atacado na trilha, não teve sua identidade revelada pois ele ainda está se recuperando de lesões não fatais em um hospital.

Segundo a assessoria de imprensa do parque o homem estava correndo ao longo de uma trilha fora de Fort Collins quando ouviu um barulho atrás dele e se virou. Quando ele percebeu o felino, começou a se afastar, enquanto tentava se fazer parecer grande e gritar. Mas o animal ainda assim o atacou.
Como estava desarmado, ele usou pedras para bater no leão da montanha antes de conseguir colocar suas mãos em volta da garganta dele. Ele usou suas mãos e pés para basicamente sufocar o animal.

Os ataques de leões da montanha às pessoas são raros, com menos de 20 mortes na América do Norte em mais de 100 anos. Os  leões são animais esquivos e tendem a evitar os seres humanos. A maioria das pessoas nunca verá um leão na natureza, mas eles estão lá. Se você mora, trabalha ou se diverte em um país com leões da montanha, é importante estar alerta.

Um leão da montanha (Foto reprodução / Internet)

A assessoria do parque também deu algumas dicas do que fazer se você encontrar um leão da montanha:

  • Não se aproxime de um leão, especialmente aquele que está se alimentando ou com filhotes. A maioria dos leões da montanha tentará evitar um confronto. Dê a eles uma maneira de escapar.
  • Fique calmo quando encontrar um leão. Fale com calma e firmeza. Mova-se devagar e nunca vire as costas para ele.
  • Pare ou recue lentamente, se puder fazê-lo com segurança. Correr pode estimular o instinto de um leão em perseguir e atacar. Encare o leão e fique de pé.
  • Faça o possível para parecer maior. Levante os braços. Abra sua jaqueta se você estiver usando uma. Se você tem filhos pequenos, proteja-os, recolhendo-os para que não entrem em pânico e não corram.
  • Se o leão se comportar agressivamente, jogue pedras, galhos ou o que você puder colocar nas mãos sem se agachar ou virar as costas. Agite os braços devagar e fale com firmeza. O que você quer fazer é convencer o leão de que você não é presa e que você pode realmente ser um perigo para ele.
  • Lute se um leão atacar você. Os leões já foram foram expulsos por presas que revidaram. As pessoas revidaram com pedras, gravetos, bonés ou jaquetas, ferramentas de jardim e as próprias mãos com sucesso. Recomendamos direcionar os olhos e o nariz, pois essas são áreas sensíveis.

Respeitar a vida selvagem também inclui se informar sobre como evitar ou gerenciar encontros com a vida selvagem.

FONTE / Colorado Parks & Wildlife