NaturezaTubarão pré-histórico das profundezas ataca submarino: confira vídeo

As imagens são impressionantes!
Milena Elísios1 mês atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Tubarão-1.jpg

Um tubarão pré-histórico  de 8 metros, anterior à maioria dos dinossauros foi filmado atacando um submarino de pesquisa.

Os exploradores do grupo da OceanX identificaram o animal na costa da Ilha Eleuthera, nas Bahamas. Segundo a OceanX, o encontro com os tubarões foi um momento “histórico” para a equipe.

LEIA TAMBÉM: Misterioso tubarão do mar profundo é capturado em filmagens incrivelmente raras

A fêmea de 6 anos, come uma isca e depois nada em volta do submarino, ela não parecia interessada nos pesquisadores, até que se vira para bater com o nariz no veículo.

 

Raríssimo, esse animal têm seis branquias primitivas que são uma herança do período jurássico, conhecido como tubarão-albafar ou tubarão-vaca (Hexanchus griseus), esses animais podem viver a até 2,4 mil metros de profundidade (a zona escura dos oceanos, lar dos peixes abissais) e chegam a medir até 8 metros de comprimento.

LEIA TAMBÉM: Peixe gigante engole tubarão inteiro no fundo do mar: veja vídeo

Como a maioria das criaturas do fundo do mar, seus hábitos são um grande mistério.

Esse incrível tubarão pode crescer até 8 metros de comprimento e geralmente é maior que os grandes tubarões brancos. Na imagem é possível observar a fêmea enorme que tentou atacar o submarino da OceanX.

Em circunstâncias normais, eles preferem as águas mais escuras das zonas meso e batipelágica até 2.500 metros, entrando em águas mais rasas apenas a noite para se alimentar.

LEIA TAMBÉM: Tubarão de 400 anos encontrado no Ártico pode ser o mais antigo vertebrado vivo: confira vídeo

A OceanX disse em um comunicado: “Depois de uma semana nas Bahamas com nossos maravilhosos parceiros no Instituto Cape Eleuthera, este fim de semana conseguimos alcançar um momento histórico – etiquetando um animal de um submersível pela primeira vez.

“Esta espécie antiga é anterior à maioria dos dinossauros e é um predador dominante do ecossistema do fundo do mar.”

Os pesquisadores marcaram o tubarão com um rastreador de satélite para mapear os movimentos.

FONTE / Express

Uma versão desta matéria foi publicada em agosto de 2019.