História & HumanidadeO maior inseto que já existiu era gigante e parecido com a libélula

Milena Elísios1 mês atrásUm fóssil de Meganeuridae.
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/09/The-Largest-Insect-Ever-Was-a-Giant-Dragonfly1-1__.jpg

O maior inseto que já existiu se parecia muito com a libélula atual, mas em termos genéticos, muito distante.

Meganeuropsis permiana foi uma espécie que governou os céus da Terra entre os períodos Carbonífero e Permiano tardios, há cerca de 317 e 247 milhões de anos. Você talvez tenha ouvido falar dela nos livros didáticos somente como “libélula gigante”. Afinal, é muito semelhante a uma.

Ao que se pode entender pelo momento em que sua espécie viveu, Meganeuropsis pôde governar os céus durante alguns milhões de anos sem se preocupar com outros voadores tão grandes, como os pterossauros e os pássaros.

As primeiras descrições dos fósseis do Meganeuropsis foram realizadas em 1939, por Frank Carpenter, cuja base foi somente uma única parte da asa fossilizada. Hoje, o fóssil se encontra no Museu de Zoologia Comparativa da Universidade de Harvard. Mas outros fósseis foram descobertos e uma análise mais precisa foi feita.

Estimou-se que Meganeuropsis tinha um corpo de cerca de 47 centímetros de comprimento, com uma envergadura de 75 centímetros de largura. Seu tamanho, provavelmente, deveu-se às grandes proporções de oxigênio na atmosfera na época.

Durante o Carbonífero, houve um afluxo maciço nos níveis globais de oxigênio e isso permitiu que muitos invertebrados terrestres atingissem tamanhos enormes.

O Carbonífero foi um período em que os insetos reinaram, e seus tamanhos eram muito superiores aos que hoje vivem na Terra.

As análises dos fósseis mostraram que Meganeuropsis era um inseto predador, e muitos desses insetos ascendentes aos atuais provavelmente foram suas presas. Entre suas características predatórias, estava um par de mandíbulas dentadas e poderosas para enfrentar presas grandes e lutadoras. Meganeuropsis também tinha membros frontais muito espinhosos.

Todas essas características fazem do Meganeuropsis permiana uma espécie de rei dos insetos da pré-história e, também, figurar como o maior inseto que já existiu.

FONTE / IMAGENS / Earth Archives

Posts relacionados