História & HumanidadeA pedra angular da Grande Pirâmide de Gizé está perdida. O que pode ter acontecido?

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Grande-Pirâmide-de-Gizé-1280x786.jpg

A Grande Pirâmide de Gizé foi concluída há cerca de 4.500 anos. Ela é um dos edifícios antigos mais impressionantes já construídos na superfície do planeta. É a mais antiga e a maior das três pirâmides que existem hoje no planalto de Gizé, no Egito. Considerada a mais antiga das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, e a única praticamente intacta, a Pirâmide é considerada um túmulo.

Especialistas estimam que sua estrutura foi construída em um projeto de 20 anos de duração, concluindo em torno de 2.560 AEC. Ela permaneceu a estrutura mais alta construída pelo homem por mais de 3.800 anos até que a Catedral de Lincoln foi concluída.

É possível que sua altura original tenha sido de 146,5 metros, mas hoje possui 138,8. Isso ocorre devido à perda de sua pedra angular em algum momento de sua história, segundo acreditam os egiptólogos.

Os estudiosos estimam que 5,5 milhões de toneladas de calcário, 8.000 toneladas de granito (importadas de Assuão) e 500.000 toneladas de argamassa foram usadas na construção da Grande Pirâmide.

Sabemos que foi um dos maiores projetos de construção já tentados no antigo Egito. O edifício sobreviveu por mais de 4.500 anos, prova de um projeto de engenharia impecável.

Embora a pirâmide esteja muito erodida e danificada hoje em dia, principalmente graças ao desastre natural que soltou algumas de suas pedras de revestimento, seu cume é um enorme mistério para os especialistas. Uma vez concluída, houve alguma coisa no topo da pirâmide? Tinha uma pedra angular? Se sim, o que lhe aconteceu? E onde está hoje? Ninguém parece ser capaz de responder a essas perguntas.

Se você fosse escalar a Pirâmide hoje, notaria que seu topo é plano. Na verdade, tem sido assim desde que as primeiras fotografias das pirâmides foram tiradas, há centenas de anos. Não podemos realmente saber ao certo o que era provável, milhares de anos atrás, mas algumas teorias indicam que, dada a sua importância, o topo da pirâmide deve ter incluído algo igualmente impressionante como a estrutura abaixo dela.

Muitos estudiosos têm argumentado que a pirâmide foi encimada por uma enorme pedra angular que era feita de ouro, ou coberta de ouro. Naturalmente, não há nenhuma evidência arqueológica para apoiar essa ideia.

Se tivesse havido uma pedra de ouro maciça, ela deve ter sido extremamente pesada. Isso levanta uma série de questões.

Se havia uma enorme pedra dourada, como ela foi removida? Ela se desacoplou da estrutura no passado distante? E se sim, onde é que ela foi parar? A crença mais popular é que a pirâmide foi roubada algumas vezes no passado distante, daí o topo plano da pirâmide.

Hoje, o topo da pirâmide é o lar de um mastro que supostamente foi colocado lá por astrônomos em 1874, que calcularam onde o ápice da pirâmide estaria se tivesse sido terminado.

Curiosamente, a Pirâmide de Khafre, a segunda maior e a segunda maior das Pirâmides Egípcias Antigas de Gizé, também está desprovida de seu topo. Embora as pedras de revestimento cubram o terço superior da pirâmide, faltam parte do ápice.

Uma teoria, proposta por um pesquisador espanhol chamado Miguel Pérez-Sánchez, nos diz que, ao contrário da crença popular entre os estudiosos, as Pirâmides não ficaram inacabadas. De fato, Perez-Sanchez propõe que a Grande Pirâmide de Giza foi realmente terminada com uma esfera maciça em seu cume.

Simbolizando o “Olho de Horus”, a suposta esfera teria um diâmetro de 2.718 cúbitos reais (2,7 metros), o que é uma medida exata do número e. O pesquisador argumenta que a esfera localizada no topo da Grande Pirâmide foi muito provavelmente colocada lá em adoração ao deus Sol.

No entanto, é importante mencionar que as afirmações feitas por Perez-Sanchez não são apoiadas por egiptólogos, que consideram seu trabalho não mais do que pseudociência.

Lamentavelmente, ninguém parece ter chegado a uma teoria melhor explicando a falta de uma pedra no topo da Grande Pirâmide de Gizé, a não ser que já houve uma enorme pirâmide de ouro lá, que desapareceu, em algum momento no passado distante.

Posts relacionados