NotíciaSe os seres humanos desaparecessem, quais espécies dominariam a Terra?

Damares Alves2 meses atrás8 minTumblr
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/07/tumblr_n9e9efQddF1tzjz2jo2_500.gif

Imagine um futuro pós-apocalíptico, imaginou? Imagine também que ao desaparecer, a raça humana não extinguiria também as outras espécies.

Com o passar de pelo menos 50 milhões de anos, qual animal ou grupo de animais se tornariam a raça dominante no planeta? Seriam os macacos? Os nematoides? Tardígrados, ou talvez as baratas?

Seriam os nossos parentes mais próximos, os macacos?

A probabilidade seria bem pequena já que qualquer organismo que compartilhe os resquícios biológicos humanos mais comuns também seriam afetados pelas possíveis causas da extinção humana.

Talvez os Nematoides?

Nematoides de foram “ressuscitados” depois de 41 mil anos congelados em permafrost há poucas semanas, esses pequenos organismos fizeram os cientistas repensarem a ideia que tinham sobre resistência, já que não é lá muito fácil sobreviver ao congelamento – cristais de gelo podem danificar suas células e outras estruturas biológicas – muito menos por 40 mil anos. Esses caras viveram na mesma época dos neandertais e estão vivos agora novamente.

Teriam os tardígrados mais chances?

Esses animais são tão resistentes quanto adoráveis, podem sobreviver a uma grande variedade de tensões, incluindo a dessecação. Inatingíveis pelo calor extremo, seca e exposição à radiação no espaço, os rechonchudos predadores microscópicos poderiam dominar o mundo após os humanos?

Os polvos também possuem grandes chances.

Todos já sabem que os polvos são animais extremamente inteligentes, eles são também mestres em camuflagem e em fugir de diversas situações adversas. Podem inclusive reprogramar o próprio DNA. É, talvez esses caras sim dominem o mundo…

Ou as baratas podem nos substituir

Veja pelo lado positivo, você não vai precisar conviver com as baratas se a raça humana deixar de existir. Baratas tem alto poder reprodutivo, tem um cardápio extremamente diversificado, podem até resistir a uma guerra nuclear. E pesquisas recentes mostram que as baratas estão se tornando cada vez mais resistentes a inseticidas. A evolução foi bem generosa com esses pequenos monstrinhos.

Não podemos esquecer dos golfinhos

O cérebro dos golfinhos supera o cérebro humano em muitos aspectos. A complexidade do córtex cerebral dos golfinhos é enorme. O número de neurônios é 50% maior que o do homem. O cérebro humano adulto pesa cerca de 1450 gramas e o do golfinho cerca de 1700 gramas. Eles possuem uma inteligencia diferente da nossa, que não deve ser ignorada, são de fato criaturas incríveis.

E por fim, temos os corvos…

A bela ave que inspirou o poeta Edgar Allan Poe em seus poemas góticos não poderia ficar de fora dessa lista. Muitos dizem que a inteligência desses animais pode ser facilmente comparada a de chimpanzés ou golfinhos. E não é atoa, os corvos vivem até 40 anos, podendo também se adaptar a uma grande diversidade de habitats. E não não para por aí, eles podem tanto imitar a voz humana quando se comunicar através de linguagem corporal, são animais brincalhões e com a capacidade de sentir empatia. Eles aparentam ter um futuro bem promissor.

Na sua opinião, qual animal reinaria sobre a Terra em caso de uma extinção humana?