NaturezaCientistas transferem com sucesso o primeiro embrião de rinoceronte de tubo de ensaio

Damares Alves5 meses atrás
https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/06/Ultimo-rinoceronte-branco.jpg

Essa seria a salvação dos Rinocerontes brancos? A espécie já havia sido declarada como extinta após a morte do último macho em março de 2018.

Sobraram apenas duas fêmeas de rinocerontes brancos africanos, porém os cientistas preservaram o esperma de vários espécimes e panejam utilizar para reviver a espécie.

Foi anunciado na última terça-feira (25 de junho) por cientista europeus, que conseguiram transferir com sucesso um embrião de rinoceronte para uma fêmea cujo os óvulos foram fertilizados in vitro.

LEIA TAMBÉM: Estudo genético mostra que rinocerontes brancos se misturaram durante a era glacial.

Ainda faltam muitas burocracias até que os óvulos possam ser implantados em outras fêmeas de rinoceronte branco do sul – já que as duas fêmeas restantes de rinoceronte branco do norte são incapazes de gerar descendentes.

O governo alemão anunciou que está apoiando o projeto com um financiamento de 4 milhões de euros. O embaixador do Quênia na Alemanha, Joseph Magutt, também informou que seu país apóia o esforço, mas não disse quanto tempo levaria para liberar a papelada.

Enquanto isso cientistas da BioRescue estão trabalhando em maneiras de transformar células preservadas da pele de rinocerontes falecidos em óvulos ou espermatozoides. Este procedimento já foi realizado com sucesso em ratos de laboratório.

LEIA TAMBÉM: Estudo revela evento de extinção em massa há 35 milhões de ano.

Um recente relatório das Nações Unidas alertou que um milhão de espécies estão em risco de extinção nas próximas décadas, em grande parte por causa da atividade humana. 

Contudo, a ciência e os avanços tecnológicos ainda nos trazem uma gota de esperança.

FONTE: Scientists successfully transfer 1st test tube rhino embryo [AP News]