AstronomiaNASA divulga imagem inédita de asteroide que pode colidir com a Terra

https://i0.wp.com/socientifica.com.br/wp-content/uploads/2019/05/Bennu-Particle-Ejection-Event-20190119.jpg?fit=1200%2C874&ssl=1

Em imagem inédia, NASA mostra a superfície do asteroide Bennu. O asteroide possui chances de colisão com a Terra.

Compartilhado no Twitter, o registro foi feito pela Sonda OSIRIS-REx, responsável por estudar o asteroide.

O asteroide 101955 Bennu tem um diâmetro médio de aproximadamente 500 m e tem sido observado extensivamente.

O asteroide passará algumas vezes pela órbita terrestre, mas sua passagem mais arriscada será em 25 de setembro de 2175, onde há 1 chance em 24.000 de um impacto direto com a Terra.

A imagem pode ser vista a partir do Twitter oficial da NASA’s OSIRIS-REx:

O asteroide

A matéria carbonácea que compõe Bennu originou-se do colapso de um corpo muito maior – um planetoide ou um proto-planeta. Porém, como quase toda a matéria do Sistema Solar, as origens de seus minerais e átomos podem ser encontradas em estrelas moribundas, como gigantes vermelhas e supernovas.

Os cientistas acreditam que a rocha espacial pode conter os blocos de construção da vida. O nome “Bennu” foi selecionado após o concurso “Name That Asteroid!” (“Nomeie Aquele Asteroide!”) realizado pela Universidade do Arizona e outros parceiros.

O Bennu tem uma forma que parece um pião. Tem aproximadamente 500 metros (1.640 pés) de diâmetro e orbita o Sol uma vez a cada 1,2 anos, ou seja, 436,604 dias. A cada seis anos, chega muito perto da Terra, a cerca de 0,002 UA, segundo a Universidade do Arizona. (Uma UA ou unidade astronômica é a distância entre a Terra e o Sol. Portanto, 0,002 UA é de aproximadamente 300.000 quilômetros (dentro da órbita da Lua da Terra.)