Erro em GPS pode causar interrupção do serviço
 

TecnologiaErro em GPS pode causar interrupção do serviço

Defeito guarda semelhança com o “bug do milênio” por envolver problema na contagem do tempo.
Redação22 de março de 20195 min

Defeito guarda semelhança com o “bug do milênio” por envolver problema na contagem do tempo. Mas a falha não afetará todos os dispositivos.

Aparelhos de antigos do sistema de posicionamento global ou GPS (do inglês global positioning system) podem vir a apresentar localização errada ou até mesmo a interrupção do serviço no dia 06 de abril deste ano. A interrupção ou indicação errada é esperada, segundo especialistas, para aparelhos mais antigos, o que livra os smartphones, já que têm softwares mais modernos. Embora a falha afetará apenas os aparelhos com a programação desatualizada, ela ainda é preocupante haja vista que sistemas de servidores de rede de computadores, sites, instalações e outras aplicações que usam dados dos satélites de GPS estão suscetíveis.

A causa do problema está no modo os sensores mais antigos realizam a contagem do tempo. Contando o tempo em semanas, os softwares dos aparelhos GPS reservam dez bits para realizar essa tarefa. Como a contagem nesses aparelhos  começou em 06 de janeiro de 1980, tem-se um total de 39 anos.

Contudo, com dez bits (dez dígitos) de armazenamento, a capacidade total de armazenamento é de 1024 semanas (dois elevado a décima potência), o que resulta em um total de 19,7 anos. O primeiro limite de marcação de data a ocasionar um problema desse tipo ocorreu em 21 de agosto de 1999, quando o limite foi alcançado.

Como o problema que ficou conhecido como “Bug do Milênio (ou Y2K bug) que preocupou a todos na virada do ano 2000 quando era esperada um falha generalizada nos sistemas informatizados (mas que felizmente gerou poucos problemas devido à atualização dos programas), esse erro de agora no GPS é causado exatamente pelo mesmo problema. Isto é, a programação de 10 dígitos codificados nos softwares que serão substituídos em 6 de abril. Quando isso acontece, alguns sistemas mais antigos podem não conseguir calcular uma correção posicional presentes nesses softwares.

À época do primeiro limite da contagem de data em 21 de agosto de 1999, a maioria dos dispositivos GPS começou a contar os dias a partir do zero novamente sem problemas. Agora, outros 19,7 anos se passaram e a questão recomeça novamente. E deve afetar apenas dispositivos antigos, já que aqueles fabricados a partir de 2010 usam uma programação que não terá o limite de data atingido antes de cerca de 157 anos. Mas se você ainda usa um GPS antigo e ele pára de funcionar, a causa é essa.

O Observatório Naval dos EUA, órgão do governo dos Estados Unidos que gerencia e mantem o sistema GPS, divulgou, em 2017, uma FAQ para prevenir essa falha, que está disponível aqui. [gps.gov]