abril 2018 - Sociedade Científica
 

Home2018abril 2018 - Sociedade Científica

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/animal-animal-photography-macro-110820-1280x720.jpg

Cientistas dizem que conseguiram manter vivos cérebros de porcos sem seus corpos por até 36 horas — um experimento que poderia redefinir a morte como a conhecemos. O anúncio foi por pesquisadores da Universidade de Yale, e foi recebido pela comunidade científica com entusiasmos e preocupações éticas — se a mesma coisa pudesse ser feita com cérebros humanos, a tecnologia poderia abrir estranhas novas possibilidades para a extensão da vida. O neurocientista de Yale, Nenad Sestan,...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/EscherichiaColi_NIAID-1024x720.jpg

A crescente ameaça que as bactérias representam, certamente lhes confere algum crédito por sua esperteza. Infecções provocadas por Staphylococcus aureus resistente a drogas matam 19 mil americanos a mais, por ano, que as vítimas de HIV/Aids. Cepas resistentes a antibióticos surgiram há 60 anos e, desde então, cientistas vêm lutando para desenvolver uma segunda geração de medicamentos que atacam não as bactérias — o que promove a resistência —, mas sua comunicação intracelular. O progresso até agora tem...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Gaia_s_sky_in_colour_large.jpg

A missão Gaia cria o mais detalhado catálogo de estrelas já elaborado A pesquisa coletou dados sem precedentes de 1,7 bilhão de estrelas, doze galáxias anãs e 75 aglomerados globulares. De Amber Jorgenson para a Astronomy Magazine1   O observatório espacial Gaia da Agência Espacial Europeia (ESA) passou vinte e dois meses fazendo uma pesquisa abrangente de 1,7 bilhão de estrelas em nosso céu, criando o mais detalhado catálogo de estrelas existente até a data....

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Blue_Origin_New_Shepard_launch.0.jpg

A empresa de exploração aeroespacial Blue Origin prepara o teste de lançamento suborbital do New Shepard 3. O lançamento está previsto para este domingo (29) e será transmitido ao vivo. (Atualizado às 13h15 de 29 de abril de 2018). No domingo, a empresa espacial privada Blue Origin lançará seu terceiro foguete de estágio único New Shepard, segundo o fundador Jeff Bezos. O lançamento estava programado para as 10h30 no horário de Brasília  (9:30 AM EDT...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/1524848845035.jpg--1280x720.jpg

Os líderes da Coreia do Norte e do Sul também prometeram “cessar todos os atos hostis” em meio a uma “nova era de paz” após uma cúpula histórica. Seul, Coreia do Sul – Os líderes da Coreia do Norte e do Sul assinaram uma declaração histórica nesta sexta-feira (28) prometendo “não haver mais guerra” e um objetivo comum da “completa desnuclearização” da península coreana. Os países, que tecnicamente permanecem em estado de guerra, anunciaram o...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/artificial-photosynthesis-1024.jpg

Um pesquisador criou um material sintético acessível que imita o processo natural de fotossíntese, absorvendo a luz visível para desencadear uma reação química que limpa o ar ao converter CO2 em energia a partir da luz solar. Cientistas de todo o mundo vêm tentando ter acesso à fotossíntese artificial. A fotossíntese é o processo natural pelo qual uma planta converte o dióxido de carbono em combustível usando a luz solar. A ideia é usar o processo...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/AP_rosetta_comet_mission_2_jtm_141111_16x9_992.jpg

Foi um feito histórico: uma missão espacial entrou na órbita de um cometa distante pela primeira vez. Rosetta, da Agência Espacial Européia, se encontrou com o Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko nos confins do Sistema Solar. Depois de dez anos viajando pelo espaço profundo, alimentado principalmente por células solares, Rosetta aproximou-se do cometa não muito longe (relativamente falando) da órbita de Júpiter e começou a circundá-lo. Em novembro de 2014, Rosetta lançou um minúsculo módulo no misterioso cometa para...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/brain-spine-interface-1-1280x720.jpg

Eletrodos implantados no cérebro e na coluna ajudaram macacos paralisados ​​a andar. Os neurologistas por trás do estudo relataram que os implantes restauraram a função nas pernas dos primatas quase que instantaneamente. As descobertas estão detalhadas na Nature.  A medula espinhal do macaco foi parcialmente cortada, impossibilitando as pernas de se comunicarem com o cérebro. Para consertar a interface cérebro-coluna foram colocados eletrodos em partes fundamentais do corpo do macaco. Implantes foram colocados dentro do cérebro dele na parte que...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/fossil.jpg

Sabe-se, comumente, que os dinossauros desapareceram em um piscar de olhos — eliminados por um grande impacto de meteorito na Terra, 66 milhões de anos atrás. Mas a origem dos dinossauros foi menos compreendida. Em um novo estudo, cientistas do MUSE – Museum of Science, em Trento, Itália, da Universidades de Ferrara e Padova, Itália e da Universidade de Bristol, mostram que a expansão dos dinossauros também foi desencadeada por uma crise – uma extinção em massa...

https://socientifica.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Climate_March_1041_343685511551-1280x720.jpg

Um comunicado divulgado por 317 membros da Academia Nacional de Ciências dos EUA desafia a rejeição generalizada da ciência e da compreensão científica pela atual administração. De Ben Santer, Charles Manski e Ray Weymann na Scientific American Hoje, em 23 de abril de 2018, um comunicado foi divulgado por 317 membros da Academia Nacional de Ciências (NAS – National Academy of Sciences) dos Estados Unidos. O documento pede que “o governo federal mantenha conteúdo científico...