Rastreie o Hubble, a ISS e outros satélites — saiba como vê-los a olho nu
 

CiênciaEngenharia aeroespacialRastreie o Hubble, a ISS e outros satélites — saiba como vê-los a olho nu

Jackson Benites15 de novembro de 201716 min

Você provavelmente já deve ter lido notícias intituladas como “Hoje a Estação Espacial Internacional estará visível a olho nu”, certo? Mas você sabe como as pessoas conseguem prever rotineiramente quando a ISS (International Space Station, ou, em português, Estação Espacial Internacional), o HST (Hubble Space Telescope, ou, em português, Telescópio Espacial Hubble) estarão visíveis em um horário e local específicos? Se não sabe, preparamos esse tutorial simples e rápido, especialmente para você.


A cada ano, centenas de satélites são lançados ao espaço para as mais diversas missões, como aprimorar o sistema de posicionamento global e monitoramento meteorológico, por exemplo. Existem milhares deles orbitando a Terra agora, neste exato instante.

Muitos deles são visíveis a olho nu. Os principais são a Estação Espacial Internacional, o Telescópio Espacial Hubble e os satélites Iridium, que refletem com mais intensidade os raios de Sol sobre a Terra.

Confira agora algumas dicas de ferramentas que permitem monitorá-los e vê-los a olho nu.


Heavens Above – Para desktop

O site Heavens Above faz previsões mensais para a passagem de todos os satélites, mesmo os que não serão visíveis. Para usar a ferramenta, você precisa acessar o site clicando aqui.

Após acessá-lo, o aconselhável é, antes de tudo, criar uma conta. Depois de inserir todas as informações (nome do usuário, senha e endereço de e-mail), faça o login e defina o local onde você mora, para que o site faça os cálculos precisos de quais satélites passarão e os horários exatos.

Clique aqui para ciar uma conta.
Clique aqui para definir o local onde você mora.

Feito isso, você pode consultar a passagem dos satélites mais brilhantes na sua cidade. O Heavens Above também permite consultar os próximos fenômenos astronômicos como eclipses do Sol e da Lua.

Importante:
Na tabela onde mostra os horários de passagens dos satélites mais visíveis, aparecerá o termo “magnitude”. Magnitude, para a astronomia, é a unidade que mede a intensidade do brilho dos objetos no céu. Tratando-se de satélites, os que são vistos com mais facilidade têm magnitude entre -7.0 até 2.0, ou seja, quanto menor a magnitude, maior a intensidade do brilho. A Estação Espacial Internacional fica bastante visível quando a magnitude está entre -3.5 e -2.0. Alguns satélites, como os Iridium, atingem magnitudes que chegam a -7.0.

MAG


SkyView – Para celulares

O aplicativo SkyView mostra, além da ISS e do Hubble, os planetas que estão acima do horizonte no local em que você está. Ao baixá-lo, é imprescindível que você aceite que ele utilize os serviços de localização do seu celular.

Já no aplicativo, toque sobre o ícone “lupa”, no canto superior direito. Depois, em “Brightest Satellites“. Ele automaticamente mostrará a localização da ISS e do Hubble. Se clicar em cima de um dos dois, poderá ver o trajeto que ele seguirá nas próximas horas.

Download: Plataforma Android.
Download: Plataforma IOS.