Universo de Kepler: Há mais planetas do que estrelas em nossa galáxia
 

AstrobiologiaAstronomiaUniverso de Kepler: Há mais planetas do que estrelas em nossa galáxia

Élisson Amboni25 de agosto de 2016243 min

Astrônomos estimam que a galáxia Via Láctea contém mais de 400 bilhões de estrelas e, graças à missão Kepler, podemos estimar que todas as estrelas em nossa galáxia têm, em média, 1,6 planetas em suas órbitas.

O vídeo de Tony Darnell e Scott Lewis foca nas descobertas do Telescópio Espacial Kepler, que nos abriram a porta a um novo e misterioso universo, e nos deu uma nova maneira de olhar para as estrelas com potencial de novos lares em outros planetas. Há apenas 20 anos, não sabíamos se teria algum outro planeta na órbita de outras estrelas além da nossa. Mas agora sabemos que vivemos em uma galáxia que contém mais planetas que estrelas.

Assista o vídeo e entenda o Novo Universo que Kepler nos proporcionou.


De acordo com Astrônomos, há probabilidades de ter mais de 170 bilhões de galáxias no Universo Observável, estendendo-se em uma região do espaço de 13,8 bilhões de anos luz de distancia de nós em todas as direções.

Então, se você multiplicar o número de estrelas em nossa galáxia pelo número de galáxias no Universo, você terá aproximadamente 10^24 estrelas. Isto é, 1 seguido por 24 zeros, ou exemplificando: um sextilhão de estrelas.

Há muitas estrelas com muitos planetas lá fora a serem descobertos.

E, como citado no vídeo, os telescópios espaciais nos dão “um vislumbre do nosso humilde lugar no oceano cósmico.”