Um buraco em um antigo crânio de vaca pode ter sido prática cirúrgica

Os humanos têm feito cirurgias no cérebro — ou pelo menos perfurando crânios humanos — há milhares de anos. Mas como eles conseguiram tal prática? Um novo estudo que analisou um buraco primorosamente furado no...

860 0

Os humanos têm feito cirurgias no cérebro — ou pelo menos perfurando crânios humanos — há milhares de anos. Mas como eles conseguiram tal prática? Um novo estudo que analisou um buraco primorosamente furado no crânio de uma vaca de cerca de 5.000 anos de idade sugere que humanos pré-históricos podem ter aperfeiçoado suas habilidades em animais.

 

Um crânio de uma vaca, anteriormente escavado de um assentamento datado de aproximadamente 5.400 a 5.000 anos de idade na França, contém um buraco criado cirurgicamente no lado direito, segundo um novo estudo. Nenhum sinal de cura óssea, que começa vários dias depois de uma lesão, aparece ao redor da abertura. Uma ou mais pessoas podem ter ensaiado técnicas cirúrgicas em uma vaca morta, ou podem ter tentado, sem sucesso, salvar a vida de uma vaca doente no que seria o mais antigo caso conhecido de cirurgia veterinária, concluíram os pesquisadores em um estudo publicado on-line em 19 de abril no Scientific Reports1.

“O crânio bovino em questão foi encontrado em Vendée, na França, um sítio neolítico que era um centro comercial de sal e gado entre 3400 e 3000 a.C. Os cientistas pensaram originalmente que o buraco craniano veio de um golpe traumático de outra vaca, mas outros suspeitaram de uma mão humana no trabalho”, escreveu a Roni Dengler para a Science2.

Evidência de cirurgia craniana em humanos, seja por razões médicas ou rituais, remonta a cerca de 11.000 anos 3, de acordo com a a revista ScienceNews4. Cirurgiões antigos precisavam saber como e onde raspar o osso sem danificar o tecido cerebral e os vasos sanguíneos. Então, praticar a remoção óssea em vacas ou outros animais é uma hipótese plausível.

Antigos cirurgiões podem ter praticado procedimentos perigosos de abertura de crânio em vacas antes de operar em pessoas. Foto: Fernando Ramirez Rozzi e Alain Froment.

Para descobrir se os primeiros cirurgiões humanos foram os responsáveis pela “cirurgia” no crânio do animal, os cientistas compararam o buraco no crânio da vaca a buracos em dois crânios humanos da França datados do mesmo período. Ficou claro pelas lacerações longas e retas que os crânios humanos tinham passado por algum tipo de cirurgia cerebral primitiva. Usando uma combinação de microscópios poderosos, lentes de mão e reconstruções em 3D, os pesquisadores procuraram por sinais reveladores de cortes deliberados no crânio da vaca. Marcas longas e paralelas ao redor do buraco e traços de movimentos de raspagem combinavam com aqueles encontrados ao redor das aberturas nos crânios humanos, levando os pesquisadores a concluir que a perfuração na antiga caveira de vaca foi obra de cirurgiões humanos, revelam os pesquisadores.

“A abertura no antigo crânio de vaca , em forma quase quadrada e emoldurada por marcas de raspagem, lembra dois casos de cirurgia de crânio humano da França na mesma época”, dizem os antropólogos biológicos Fernando Ramirez Rozzi do CNRS em Montrouge, França, e Alain Froment do IRD – Museum of Man em Paris, autores do artigo científico. “Análises microscópicas e de raios-X não encontraram fraturas ou ossos lascados que poderiam resultar do ataque do chifre de outra vaca. Nenhum outro dano típico que indicasse que alguém teria atingido a cabeça da vaca com um taco ou outra arma também apareceu”.

“Além de descartar um ataque inoportuno, os pesquisadores também excluíram infecção, câncer, erosão e ou ação de animais roedores como causa, graças à forma uniforme do buraco. Isso significa que o crânio bovino objeto do estudo é a mais antiga evidência de experimentação cirúrgica em um animal”, escreveu Dengler. “O que resta a ser visto, dizem os pesquisadores, é se a cirurgia foi feita para salvar a vida da vaca ou se foi usada por cirurgiões aspirantes que procuravam aperfeiçoar técnicas delicadas antes de operar em humanos”.

Fontes: Science e ScienceNews.

Referências:

  1. ROZZI F R e FROMENT A. Earliest animal cranial surgery: from cow to man in the Neolithic. Scientific Reports. Published online April 19, 2018. doi:10.1038/s41598-018-23914-1;
  2. DENGLER R. Prehistoric humans may have practiced brain surgery on cows. Science, 19 de abril de 2018. Doi:10.1126/science.aat9281. Disponível em http://www.sciencemag.org/news/2018/04/prehistoric-humans-may-have-practiced-brain-surgery-cows;
  3. BOWER B. Risky skull surgery done for ritual reasons 6,000 years ago. Science News, 02 de maio de 2016. Disponível em https://www.sciencenews.org/article/risky-skull-surgery-done-ritual-reasons-6000-years-ago;
  4. BOWER B. A hole in an ancient cow’s skull could have been surgery practice. Science News, 19 de abril de 2018. Disponível em https://www.sciencenews.org/article/hole-ancient-cow-skull-could-have-been-surgery-practice.
Publicação arquivada em