Físicos estão prestes a comprovar que a gravidade é uma força quântica

Nossa compreensão atual da gravidade baseia-se na teoria geral da relatividade de Albert Einstein – um conceito que ainda pertence ao domínio da física clássica. Os cientistas modernos, no entanto, ainda estão lutando para quantificar...

61543 0

Nossa compreensão atual da gravidade baseia-se na teoria geral da relatividade de Albert Einstein – um conceito que ainda pertence ao domínio da física clássica.

Os cientistas modernos, no entanto, ainda estão lutando para quantificar a gravidade – ou seja, descrevê-la de acordo com os princípios da mecânica quântica.

Com 83 anos, o estudo da gravidade é acreditado por muitos ser a questão mais profunda na física.

“Até alguns anos atrás, era consenso genérico que, provavelmente, sequer seria concebível medir a quantização do campo gravitacional de nenhuma maneira”, disse Igor Pikovski, físico teórico da Universidade de Harvard, ao Quanta Magazine.

Mas um par de artigos publicados no final do ano passado na Physical Review Letters podem mudar isso.

Escrito por duas equipes de pesquisadores internacionais, os estudos propõem uma experiência para confirmar que a gravidade é uma força quântica, sem detectar gravitons.

A mais fraca das forças, a gravidade compreende partículas quantificadas, ou gravitons, muito fracos para serem observados em um laboratório. Para detectar um graviton com alta probabilidade, um detector de partículas teria que ser tão grande e maciço que colapsaria em um buraco negro.

Apoiado por uma equipe de co-autores, Sougato Bose, do University College London e Chiara Marletto e Vlatko Vedral, da Universidade de Oxford, têm uma solução.

O plano é determinar se dois objetos – como um par de microdiamantes – podem se tornar emaranhados quânticos através de sua atração gravitacional mútua.

“Se você pode fazer o experimento e conseguir o emaranhamento, então, de acordo com esses artigos, você deve concluir que a gravidade é quantizada”, de acordo com Miles Blencowe, um físico quântico no Dartmouth College, que não estava envolvido no trabalho.

O experimento poderia detectar um sinal seguro de outro tipo de gravidade quântica invisível – o “sorriso do gato de Cheshire”, Ele disse ao Quanta.

Esses testes, que apareceram simultaneamente “principalmente por acaso”, disse o Quanta, poderiam levar uma década ou mais para serem completados.

“Mas não há bloqueios físicos”, disse Pikovski, que também estuda como as experiências laboratoriais podem investigar os fenômenos gravitacionais. “Eu acho que é um desafio, mas não acho que seja impossível”.


Fonte: Quanta Magazine

Via: Physicists To Test Whether Gravity is a Quantum Force

Publicação arquivada em